Mulher de mafioso é presa na Itália por agiotagem e extorsão

Mulher de mafioso é presa na Itália suspeita de agiotagem e extorsãoTrês pessoas envolvidas com a máfia Camorra foram presas numa operação na região de Lazio, no centro da Itália. Entre elas Antonella D’Agostino, esposa do criminoso Renato Vallanzasca. Elas são acusadas de participarem de atividades que envolvem agiotagem, extorsão e de cunho mafioso.

Segundo a acusação, Antonella D’Agostino estava bastante ligada ao braço da máfia em Mondragone, no sul da Itália. A investigação, coordenada pela Direção Distrital Antimáfia (DDA) de Nápoles, pôde reconstruir uma longa série de crimes que envolvem agiotagem e extorsão e que são de cunho mafioso.

A investigação também apurou que ao menos cinco mil estabelecimentos como bares, restaurantes e pizzaria estão no controle da máfia na Itália. Esses locais são utilizados principalmente para a lavagem de dinheiro.

Na agricultura a máfia também está envolvida. Uma em cada quatro propriedades pertencentes à máfia são terrenos agrícolas. As organizações criminosas controlam a distribuição de produtos e também a produção de leite, carne, mussarela, café, açúcar, água mineral, farinha, pão, manteiga, frutas e verduras. O setor alimentar movimenta cerca de 14 milhões de euros por ano na Itália.

Fonte: ANSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *