Polícia Civil esclarece suposto sequestro de bebê em BH

Pais do Bebê A Polícia Civil de Minas Gerais conseguiu desvendar mais um mistério envolvendo o desaparecimento de uma criança no estado. O bebê de apenas dois meses, procurado desde o último sábado (23), quando a Polícia Civil recebeu a denúncia da mãe, Renata Soares da Costa, de 19 anos, sobre o rapto da criança, ocorrido na região central de Belo Horizonte, foi encontrado.

Em depoimento, Renata garantiu que foi ao centro da capital com o filho para comprar um presente para a cunhada, quando foi abordada por um veículo preto. Segundo ela, um homem brasileiro e um casal chinês desceram do carro, pedindo a criança.

O brasileiro teria colocado uma arma nas costas da vítima, exigindo a entrega da criança, ameaçando que se ela olhasse para trás, seria baleada. Todo o fato teria ocorrido próximo à região de um shopping popular, mas a mãe não saberia informar o destino que o veículo teria tomado.

Nesta segunda-feira (25), em meio a contradições, Renata acabou confessando ter entregue a criança a um casal, na rodoviária de Belo Horizonte. As investigações apontaram que a criança estaria no Rio de Janeiro, onde foi encontrada após o contato da Polícia Civil mineira com a carioca.

Diante das informações, o superintendente de Investigações e Polícia Judiciária, Jeferson Botelho, representando a chefia da Polícia Civil de Minas Gerais, e policiais civis da Divisão de Operações Especiais (Deoesp), seguiram para o Rio de Janeiro, no início da noite desta segunda-feira (25), para buscar o bebê e restituí-lo ao pai.

Renata responderá pelos crimes de subtração de incapaz e falsa comunicação de crime. De acordo com o delegado Bruno Wink, que investiga o caso, as apurações terão continuidade, visando esclarecer se houve a participação de mais pessoas no episódio.

Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *