Postos de Saúde fecham as portas por ameaças, em Patos

Posto de Saúde fecham as portas em protesto contra ameaçasOs funcionários do Posto de Saúde do bairro Alto Colina decidiram manter a unidade de portas fechadas nessa terça-feira (20). A decisão foi um protesto contra supostas ameaças que a classe vem sofrendo no local. Pacientes que foram em busca de atendimento ficaram surpresos com a decisão dos servidores.

O comunicado afixado na parede da unidade trazia a seguinte informação: “a unidade de saúde do Alto Colina estará fechada nessa terça-feira em protesto contra ameaças feitas aos funcionários. Pedimos desculpas pelo transtorno e contamos com o apoio da população”.

Posto de Saúde fecham as portas em protesto contra ameaças 2Com 40 semanas de gestação e já sentido a aproximação da hora do parto, Emanuele foi até a unidade de saúde fazer a última consulta para ser levada ao hospital. A avaliação médica estava marcada e ela disse que não foi avisada do fechamento. Indignada, a futura mamãe foi em busca de atendimento em outro local.

A dona Cleusa Maria Gomes ficou preocupada com a decisão dos servidores de manter a unidade fechada. Na fila para fazer uma cirurgia, ela diz que não tem condições de fazer um tratamento particular. “Eu tentei fazer uma consulta particular e era R$ 200,00”, reclamou a dona de casa.

A dona Maria Mercês de Almeida disse que é sempre muita bem atendida na unidade de saúde e que não concorda com as ameaças aos servidores. Outras pessoas que estiveram na unidade, no entanto, reclamaram do atendimento. Uma reunião acontece nesta manhã em busca de uma solução para o problema.

Maurício Rocha/Patos Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *