Jovem mata ex-companheira que segurava o bebê deles no colo

Bruna Pereira de Souza teve a vida interrompida aos 17 anos pelo pai do filho dela que não aceitava o fim do relacionamento

Bruna Pereira de Souza teve a vida interrompida aos 17 anos pelo pai do filho dela que não aceitava o fim do relacionamento

Um jovem matou a ex-companheira, de 17 anos, no Asteca, em Santa Luzia, e depois se suicidou. A adolescente estava com o filho de um mês no colo quando foi atingida por dois tiros.

“Eu trabalho desde às 4 da manhã e chego agora e vejo um negócio desses. Nunca pensava que minha filha ia entrar nessas estatísticas de marido matando esposa”, desabafa o pai da vítima Alcides de Souza Chagas Filho

Bruna Pereira de Souza teve a vida interrompida aos 17 anos pela intolerância do ex-companheiro. Greguiton Diogo Lima, de 27 anos, matou a jovem com quem viveu por um ano. Recentemente, Bruna passou a morar na casa da avó.

"Nunca pensava que minha filha ia entrar nessas estatísticas de marido matando esposa", desabafa o pai da filha

“Nunca pensava que minha filha ia entrar nessas estatísticas de marido matando esposa”, desabafa o pai da filha

A família contou que o casal estava separado há dois meses e que o rapaz sempre aparecia para tentar reatar o relacionamento. Nesta última vez, ele entrou, conversou muito com a vítima, mas não conseguiu convencê-la. Na saída, ali perto do portão, o jovem sacou a arma, matou a ex-companheira e se suicidou. O filho deles de um mês estava no colo da mãe. O bebê caiu e ficou ferido na cabeça.

O pai de Bruna disse que havia planejado de ver a filha no fim do dia, mas com um objetivo bem diferente. “Hoje eu vim cá para comprar dois ovos de Páscoa. Sabe quando mete a faca em mim? Parece que arrancou um pedaço de você”.

Alterosa

2 respostas a Jovem mata ex-companheira que segurava o bebê deles no colo

  1. Nunes disse:

    Temos que observar muito quem entra em nossa família por meio dos filhos,o mundo está cheio de psicopatas, e temos que ficar atentos ao menor sinal de atitude estranha por parte de namorados ,maridos que as filhas tem caso.

  2. Ana Paula Ramos disse:

    Depois disso o cara está livre, ganha a guarda da criança e fará maldade com ela para se vingar da esposa, mesmo ela já morta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *