Funkeiros são suspeitos de conversas pornográficas com menor

Os funkeiros devem ser investigados pela polícia

Os funkeiros devem ser investigados pela polícia

Um pai procurou a justiça para denunciar a descoberta de conversas pornográficas entre a filha, de 14 anos, e funkeiros famosos. Um é de Santa Luzia, na Grande BH, e outro do Rio de Janeiro, famoso em todo o Brasil.

O pai da menina ficou chocado ao descobrir a troca de mensagens e resolveu procurar a polícia. Segundo a adolescente, as conversas começaram há cerca de dois meses. Por meio de bate-papos, mensagens de vídeos e até por telefone ela trocava mensagens picantes com dois supostos funkeiros. Ela garante ter visto os artistas por meio de webcam.

Um dos perfis é de Júlio César Ferreira, o Gugu, um integrante do grupo carioca ‘Os havaianos’. As mensagens estariam sendo enviadas do Rio de Janeiro, onde o artista mora. Nas conversas ele fala que está pelado na cama e pede pra garota se mostrar na webcam. Ele ainda fala que queria se masturbar para ela.

Em outra troca de mensagens, o destinatário seria o MC Dodô, que é de Santa Luzia na Grande BH. Nas conversas, ele também pede para ela se mostrar e diz que está excitado com as fotos dela na praia. O empresário do artista mineiro negou as denúncias. Já com o suspeito do Rio de Janeiro, a equipe da TV Alterosa não conseguiu contato.

Reprodução Alterosa

4 respostas a Funkeiros são suspeitos de conversas pornográficas com menor

  1. carlos disse:

    A mocinha se oferece. me mostra na webcam, e responde as mensagens (não só para um, mas para duas pessoas em distintas regiões) e indiciam o caras. Tá, nem gosto desse tal Funk, mas analisemos melhor. Essa “menor” está se oferecendo antes de qualquer coisa (caça funkeiro).

  2. O nosso querido artista, o MC Dodô, desde sempre foi alvo de boatos e sabemos que qualquer pessoa famosa está sujeita a isto. É sabido que ele já foi “assassinado” e “preso” por diversas vezes na boca do “povo”. Há anos a notícia de sua morte corre por aí, e o artista continua firme viajando pelo Brasil fazendo seus shows sempre arrastado enormes quantidades de fãs.
    Porém, desta vez a coisa foi longe demais…
    Lançaram no ar uma matéria sem fundamento, sem qualquer prova concreta, baseada no depoimento de uma menina que, provavelmente foi enganada por algum falso perfil. Sabemos que o que mais tem na internet são perfis “fake” de gente tentando se passar por alguma personalidade famosa.
    Para quem não sabe, o site, a fã-page e os perfis de redes sociais (claro, os oficiais, pois não temos como responder por falsos perfis) do MC Dodô são acessados pela equipe que o assessora e não por ele, pessoalmente. Ele NÃO FAZ NEM JAMAIS FEZ uso de meios de comunicação como MSN e SKYPE. Raramente ele faz uso do computador e até o uso de celular é bastante restrito.
    A polícia foi acionada e solicitamos o direito de resposta para defender nosso artista das acusações absurdas que recebeu e sabemos que TEMOS COMO PROVAR SUA INOCÊNCIA. Dentro da polícia existem pessoas especializadas em rastrear endereços de IP de onde partiram as mensagens, o que comprovará que ele nunca teve nada a ver com isso.
    O MC Dodô, o nosso Daniel Teixeira, é admirado por todos aqueles que o conhecem por sua retidão e caráter e suas fortes convicções religiosas. Ele canta uma mensagem de paz, de transformação interior e de amor a Deus. Podemos dizer com toda a certeza do mundo que ele é INOCENTE de todas s acusações absurdas desferidas conta ele e está sendo vítima mais uma vez nas mãos de pessoas inescrupulosas e irresponsáveis.
    Ele canta para crianças, leva mensagens de esperança em uma vida melhor para elas, tem imensa preocupação em trabalhos sociais de conscientização dos seus pequenos fãs e também é pai de duas meninas.
    Estamos chocados, sem entender a razão que levaria alguém a fazer uma acusação tão atroz.
    Estamos barbarizados com tamanha crueldade.
    O Dodô, neste exato momento se mostra muito triste pelas acusações recebidas e está a disposição da mídia e das autoridades responsáveis pelo caso, colocando inclusive seu computador pessoal para ser periciado.
    Confiantes na justiça, seguiremos na defesa da verdade. Pedimos aqui uma retratação por parte da Emissora ‘TV Alterosa’ que publicamente afetou profissionalmente e manchou a imagem do artista sem ouvi-lo e sem apresentar quaisquer provas contra ele.
    Sem mais, com imenso pesar.
    Equipe do Mc Dodô.

  3. Júlio Anderson disse:

    Eu até entendo aquelas pessoas que são extremamente fãs do Mc Dodô, mas daí a criar perfis falsos se passando por ele na internet é crime grave passível de punição.
    Agora virou CASO DE POLÍCIA. A divisão da Polícia Civil responsável por crimes na internet ‘DEIC’ está no caso. Ja foram pré-identificados uns 5 FAKES se passando pelo artista, mas existem pelo menos uns 15. Pedimos aos internautas por favor que nos ajudem a denunciar. Deixamos claro aqui pela centésima vez; MC DODÔ NAO USA MSN OU SKYPE. É muita ingenuidade das pessoas acharem que um artista reconhecido e cheio de compromissos vai ficar de blá blá blá em Messenger.
    Então se você conversa com alguém na net se dizendo ser o Mc Dodô, você está sendo enganada(o). Quanto ao facebook, ele tem apenas 2 perfis verdadeiros e uma fã-page oficial. Entre em contato por telefone com a assessoria do artista caso algum perfil lhe pareça duvidoso. Os telefones estão no site do artista http://www.mcdodo.com.br
    Somente o empresário do mesmo pode te passar uma informação real e confiável.
    * Lembrando aos farsantes; A POLÍCIA JÁ ESTÁ INVESTIGANDO E IRÁ PRENDER OS RESPONSÁVEIS. FALSIDADE IDEOLÓGICA É CRIME PESADO. DÁ PROCESSO E DÁ CADEIA, AINDA MAIS QUE EXITEM OUTROS AGRAVANTES E PESSOAS SENDO SERIAMENTE PREJUDICADAS.
    Quem conhece um mínimo do trabalho do Mc Dodô sabe da seriedade, do respeito e do carinho com que ele trata o seu público.

  4. ROBERVAN LIMA disse:

    não faremos nenhum tipo de comentários nesse momento.
    vamos proucurar o momento certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *