Suspeito de tiroteio com morte em Patos de Minas é preso

Suspeito, Diule Higor Mauro da Silva, foi preso pela Polícia Civil

Investigadores da Polícia Civil prenderam Diule Higor Mauro da Silva, acusado de efetuar disparos de arma de fogo contra dois jovens em um bar na avenida Paranaíba, bairro São José Operário, em Patos de Minas. Ele também se envolveu em um tiroteio que terminou com a vida de uma mulher de 39 anos, no final do mês passado. Desta vez, o acusado foi vítima dos disparos.

Diule Higor é apontado pela Polícia como chefe de um dos dois grupos rivais que existem entre os bairros Nossa Senhora Aparecida e São José Operário. A rivalidade teria se intensificado em meados do ano passado, quando dois jovens foram baleados na avenida Paranaíba. De lá para cá muitos tiros foram disparados causando ferimentos e mortes.

O próprio Diule Higor já foi alvo de tentativas de homicídio por diversas vezes, chegando inclusive a ser atingido. O jovem ficou preso por alguns meses e assim que deixou o Presídio voltou a ser alvo dos atiradores. Desta vez, uma mulher de 39 anos que passava inocentemente pela rua foi assassinada com dois tiros.

Alvo dos atiradores, Diule Higor acabou sendo preso. A Justiça expediu um mandado de prisão em decorrência de uma tentativa de homicídio onde ele é apontado como sendo o autor. A prisão aconteceu na manhã dessa quarta-feira sem muito alarde. O jovem foi preso em casa por agentes da Polícia Civil e não teve tempo para reação.

A onda de violência em alguns bairros da cidade tem sido motivo de preocupação. Para reduzir os índices de homicídios e tentativas de homicídio, mandados de prisão foram expedidos e estão sendo cumpridos pelas policias Civil e Militar.

Maurício Rocha/Patos Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *