Cantor sertanejo é executado a tiro em Caldas Novas

O cantor sertanejo Jhonny, da dupla Jhonny e Marcel, morreu com um tiro na cabeça

O cantor sertanejo João Carlos Toste, 21 anos, o Jhonny, da dupla Jhonny e Marcel, foi executado com um tiro na cabeça, na madrugada desta quarta-feira (02), em uma pousada em Caldas Novas-GO. Policiais militares foram acionados para atender a uma ocorrência que teria deixado duas pessoas gravemente feridas por disparos de arma de fogo. A solicitante era uma mulher que sobreviveu à ação criminosa, porque fingiu estar morta.

No local, policiais e bombeiros encontraram o Jhonny e Thiago Eder Souza, 24 anos, cada um com um tiro na cabeça, e Sherlaine Ferraz Silva, 19 anos, baleada na mão e de raspão na nuca.

Segundo Sherlaine, todos estavam em uma residência na pousada, com objetivo de consumir “crack”. “Quando o entregador chegou, Thiago foi até o portão para receber a droga quando começou uma discussão entre o entregador e ele,” disse a mulher em depoimento.

Ainda de acordo com ela, o autor sacou um revolver e atirou na cabeça de Thiago, o indivíduo, autor do disparo, entrou na residência e atirou em Jhonny, que estava sentado na sala. Sherlaine correu para um dos cômodos, deitou-se de bruços e colocou as mãos cruzadas na cabeça. O autor entrou e disparou também na altura da cabeça da vitima.

Segundo o sargento Rogério do Corpo de Bombeiros, que trabalhou no resgate das vítimas, a bala perfurou a mão da moça e passou de raspão pela nuca sem atingir a cabeça ou outro órgão letal.

O cantor João Carlos foi socorrido e levado ao Pronto Socorro Municipal, mas não resistiu e acabou morrendo. Thiago, atingido primeiro na cabeça, foi encaminhado para o Hospital de Urgências em Goiânia (HUGO) e seu estado é gravíssimo.

Suspeito dos disparos

José Antônio Cunha Vaz, vulgo “Neguinho”, é traficante, segundo a polícia e teria matado por conta de dívida de drogas

A Polícia Militar de Caldas Novas por meio de testemunha e levantamentos feitos pelo Serviço de Inteligência já identificou o suposto autor dos disparos. José Antônio Cunha Vaz, conhecido como “Neguinho”, tem passagens por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. “Nós estamos empenhados em achar esse autor e coloca-lo atrás das grades o mais rápido possível, por isso conclamamos nossa comunidade para qualquer informação nos passar imediatamente” frisa Tenente Coronel Freitas, Comandante da PM de Caldas Novas.

As vítimas

Sherlaine Ferraz Silva, 19 anos – É usuária de drogas e já foi detida pela PM portando um cachimbo artesanal usado para consumir crack, com ela os policiais também encontraram uma faca na época.  Thiago Eder Souza, 24 anos – Usuário de drogas e tem passagem por tentativa de homicídio.

João Carlos Toste, 21 anos – Também dependente de drogas e era integrante da dupla sertaneja Jhonny e Marcel. Os primeiros levantamentos feitos pela polícia dão conta que a motivação da violência foi porque Thiago devia o pagamento de drogas, e como não tinha dinheiro para quitar sua dívida foi executado. As outras duas vítimas foram atingidas provavelmente porque eram testemunhas. O caso agora segue por conta da Polícia Civil de Caldas Novas.

Com informações de Alison Maia – Jornalista Policial

Uma resposta a Cantor sertanejo é executado a tiro em Caldas Novas

  1. cherlene disse:

    Eu estive ai em Caldas Novas , nos dias 3 e 4 de Maio desse ano agora . Achei a cidade linda e muito aconchegante . Não imaginei que essa linda cidade fosse tão violenta assim . Estou asustada com estas noticias de violencias que eu tenho visto na internete .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *