Número de ambulâncias não é suficiente para atender Uberlândia

Ambulâncias 2UTIs móveis novas já chegaram em Uberlândia, mas você não vai vê-las nas ruas tão cedo. Se você sofrer qualquer acidente no município ou precisar de um transporte médico, terá 30 ambulâncias para o atendimento, seja na cidade, zona rural ou rodovias.

Elas são divididas assim:

3 unidades de resgate do Corpo de Bombeiros;
4 em todo a região de Uberlândia na BR-050 de responsabilidade da MGO Rodovias;
e 22 para transportes frequentes da prefeitura de Uberlândia

A maior parte dos atendimentos de urgência é feita pelos bombeiros. São 45 todos os dias, em média, isso para uma frota que é metade da ideal.

De acordo com o major Leonardo, a frota ideal para o tamanho de Uberlândia seria 6 unidades.

Recentemente o motociclista Renato Sttefani esperou por mais de 1 hora até que o socorro chegasse após bater em um carro que o fechou e fugiu, na Avenida Mississipi. Ele teve fraturas expostas e o atendimento rápido era uma necessidade.

O subcomandante dos bombeiros em Uberlândia explica que a corporação consegue responder a cerca de 80% dos chamados. “Hoje Uberlândia atende mais ocorrências de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) do que as 3 unidades de Belo Horizonte juntas. Não que lá ocorra menos, mas lá eles dividem esse serviço com o Samu. Nós temos uma média de 40 a 45 chamados/dia só de ocorrências de APH”, disse o major.

Ainda que os acidentes com vítimas nas grandes rodovias que cortam o município também sejam de responsabilidade dos bombeiros, há quase 3 anos, a Concessionária MGO Rodovias, assumiu a BR-050. Uma ajuda importante e com um equipe 68 profissionais, entre médicos enfermeiros e socorristas no trecho mineiro da rodovia.

Por Vinícius Lemos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *