Primeiro prédio de madeira do Brasil é erguido em 40 horas

Edifício tem três andares e foi montado com tecnologia sustentável em 40 horas (Imagem: Divulgação/Caixa)

Edifício tem três andares e foi montado com tecnologia sustentável em 40 horas (Imagem:Caixa)

O primeiro prédio do Brasil construído com painéis de madeira foi erguido em 40 horas no município paranaense de Araucária. Financiado pela Caixa Econômica Federal, o empreendimento usou a tecnologia em Wood Frame (quadro de madeira). Até então, ela havia sido  utilizada apenas em casas do Minha Casa Minha Vida (MCMV), que já beneficiaram mais de 10 mil famílias.

Segundo a gerente nacional de Padronização e Normas Técnicas para a Construção Civil da CAIXA, Anna Paula Cunha, a tecnologia é nova no Brasil, mas já consolidada em outros países. “No Canadá, por exemplo, essa tecnologia é comum, tem uma indústria florestal bastante consolidada”, explica a gerente. “É uma inovação que traz um aprimoramento sobre uma construção tradicional”, complementa.

No Brasil, o sistema foi desenvolvido pela Tecverde, empresa de engenharia de Curitiba (PR) que adaptou o método alemão, conhecido como Wood Frame, para atender às exigências do MCMV. “Esta foi a primeira vez que aplicamos o nosso sistema construtivo em duas torres de edifícios residenciais do programa Minha Casa Minha Vida. É a forma mais moderna que existe para se construir, no mundo, com tecnologia de ponta, agilidade e economia”, afirma o sócio fundador e CEO da Tecverde, Caio Bonatto.

Tecnologia

A tecnologia utilizada em edifícios com até quatro pavimentos segue padrões internacionais e atende às normas brasileiras quanto ao desempenho estrutural, prevenção de incêndio, impermeabilização e conforto termoacústico. O sistema apresenta durabilidade igual ou superior ao sistema convencional, com uma vida útil de mais de 50 anos sem grandes manutenções.

O primeiro residencial do MCMV com imóveis em Wood Frame, destinados a famílias com renda de até R$ 1,6 mil, já comemora seu primeiro aniversário. O condomínio Moradias Nilo, em Curitiba, conta com 66 casas e precisou de apenas seis meses para ficar pronto, quase metade do prazo normal de uma obra em alvenaria.

A estrutura das paredes é montada com madeira autoclavada (submetida a tratamentos que ampliam sua vida útil e a protegem da degradação), para garantir a proteção contra cupins e umidade. Sobre essa estrutura, vai o isolamento térmico e acústico. As casas de madeira têm garantia de dez anos e uma média de durabilidade de 50 anos, o que as colocam em pé de igualdade com uma construção em alvenaria.

Portal Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *