Pai de detento alega que filho não está tendo suporte médico no presídio

Pai de detento alega que filho não está tendo suporte médico no presídio

Luiz Carlos foi preso há três meses.

O pai de um detento do presídio Jacy de Assis, alega que o filho está doente e não está tendo o suporte médico necessário no local.

Luiz Carlos Michael Leão Gouvea, de 20 anos, foi preso há três meses por suspeita de pirataria. Em relato do pai, o filho tem um projétil de arma de fogo na coluna e outro na nádega, de uma ocorrência em que foi atingido por cinco tiros. Um deles chegou a perfurar o rim e intestino.

O pai contou que foi até o presídio domingo, 4, e soube que o filho está dormindo no chão, está com corpo roxo, tendo dificuldades para andar, evacuar, respirar, além de não estar recebendo as medicações necessárias.

A família de Luiz recorreu à justiça para que ele respondesse ao crime em regime domiciliar, o que não foi aceito, pois o presídio relatou ao juiz que são totalmente capazes de realizar o tratamento do detento.

O pai do jovem contou que Luiz já tinha sido preso pelo mesmo motivo e por isso tinha dito que ia parar com a prática.

Nós entramos em contato com a direção do presídio Professor Jacy de Assis e, segundo informações da direção, Luiz Carlos Gouvea se queixou apenas de dores abdominais e recebeu na tarde desta segunda-feira, 5, todo o atendimento médico necessário.

Informações por André Potim

4 respostas a Pai de detento alega que filho não está tendo suporte médico no presídio

  1. Um abuso certas coisas disse:

    O senhor reclama que seu filho, um bandido,que está no lugar que merece,não está recebendo atendimento médico?Deixa eu dizer uma coisa,eu perdi minha mãe,que morreu devido a pedra nos rins,um problema simples,mas devido a falta de adequado atendimento medico a levou a morte.Estamos todos na mesma situação,com uma diferença nos somos cidadãoa honestos,que trabalham todos os dias de sol a sol,pagando impostos,para sustentar seu filho ladrão,no presidio.Ele levou tiros?O q estava fazendo?Rezando?Todos os dias pessoas com doenças de verdade que não foram causadas por causa de ma conduta,deixam de ser atendidas na UFU,que da prioridade em atender bandidos,ladrões,traficantes.Esses deviam estar presos ou mortos e sem julgar,entre atender um cidadão honesto q paga para manter a saude e um ladrão que so vem para matar,roubar e destruir,quem o senhor acha q deve ser atendido?

  2. Profeta disse:

    Cadeia não é colônia de férias não. É lugar para pagar pecado.

  3. José Salvador disse:

    Coitadinho do malinha e do seu pai!!! Certamente são muito ingênuos!!!

  4. IDELMA FLAVIANA disse:

    Caro colega ( UM ABUSO CERTAS COISA )Você falou tudo. Pois gente de bem com alguma doença morre sem atendimento e o bandido (BANDIDO SIM POIS LEVOU VÁRIOS TIROS)vai chegando nas UAI ou UFU e vai logo sendo atendido com prioridade e sem falar que somos nos que pagamos impostos e pagamos também sua estadia dentro da cadeia sua comida e ainda tem o salário que a família dele recebe para os filhos…. ACORDA BRASIL … QUE LEI É ESTÁ…. INDIGNADA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *