Ancine investe R$ 40 milhões em filmes nacionais

Ancine investe R$ 40 milhões em filmes nacionaisA Agência Nacional do Cinema (Ancine) e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anunciaram nesta quarta-feira (31) o resultado final da Chamada Pública Prodecine 01/2015, do Programa Brasil de Todas as Telas. No total, serão investidos R$ 40 milhões do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) na produção de longas-metragens com destinação inicial para as salas de exibição.

Uma das linhas mais tradicionais do FSA, em operação desde 2008, o Prodecine 01 já financiou a produção de 190 filmes brasileiros de produção independente. Nesta chamada, 278 projetos de todo o Brasil foram inscritos e, após o processo seletivo, o Comitê de Investimento do FSA selecionou 34 projetos de ficção, animação ou documentários.

“O Prodecine 01 é um edital que busca por filmes capazes de se comunicar com diferentes públicos. Entre os selecionados, há filmes de suspense, cinebiografias de grandes nomes do esporte e da música, documentários e filmes pensados especialmente para o público jovem, além de comédias”, informou o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel.

Entre os vencedores, estão projetos apresentados por produtoras de 11 estados (Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Ceará, Goiás, Rondônia) e do Distrito Federal. A lista inclui novos trabalhos de diretores como Lais Bodansky, Rosemberg Cariry, Jefferson De, Ana Luiza Azevedo, André Klotzel e René Sampaio.

De acordo com os indutores regionais previstos no regulamento da Chamada, 30% do total de recursos foi destinado a produtoras sediadas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, e 15% contemplaram projetos de empresas produtoras da Região Sul ou dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Junto à divulgação do resultado, a Ancine anunciou também o lançamento de uma nova edição do edital. A Chamada Pública Prodecine 01/2016 do Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 3 vai disponibilizar R$ 45 milhões para investimento na produção de longas-metragens. As inscrições serão abertas nesta quinta-feira, 1º de setembro, e vão até o dia 17 de outubro.

Sobre o Brasil de Todas as Telas

Lançado em julho de 2014, o Programa Brasil de Todas as Telas foi elaborado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. O Programa visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais, foi formulado pela Ancine, em parceria com o Ministério da Cultura (MinC).

Os resultados do Programa vêm superando as metas estabelecidas. Até junho deste ano, foram 437 longas-metragens e 453 séries ou telefilmes apoiados. A aposta no investimento em desenvolvimento de projetos também foi bem-sucedida, rendendo a estruturação de 69 núcleos criativos em todas as regiões do País, garantindo o desenvolvimento de 700 novos projetos de obras audiovisuais.

Portal Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *