Trens colidem na Itália e deixam ao menos 25 mortos

Trens colidem na ItáliaAs autoridades italianas confirmaram que o número de mortos no desastre ferroviário ocorrido na Puglia na última terça-feira (12) é de 25. Nenhuma das vítimas é estrangeira, e não há mais desaparecidos. Outras 52 pessoas ficaram feridas, das quais 24 seguem internadas.

Um dos dois maquinistas envolvidos no acidente morreu, de acordo com as autoridades italianas. Sobre o outro condutor ainda não se tem notícias e as informações são incertas. A companhia ferroviária que administra a Linha Norte de Bari também não confirmou até o momento a identidade de nenhum dos dois.

A tragédia

Dois trens se colidiram nesta terça-feira (12) em Bari, na Itália, e deixaram dezenas de pessoas feridas e mortos, de acordo com bombeiros locais, que ainda não têm um balanço oficial.

Até o momento, fala-se em 11 vítimas fatais, mas o comandante Riccardo Zingaro, que acompanha as operações de resgate, disse “há muitos mortos” no local. O acidente ocorreu entre Andria e Corato e os dois trens se chocaram frontalmente na linha Bari Norte, administrada pela empresa Ferrotramviaria e por onde passam mais de 200 composições ao dia. Testemunhas relataram cenas de pânico e o trânsito em toda a região está interrompido.

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, está em contato com a Defesa Civil e com o Ministério de Infraestrutura e dos Transportes. O ministro Graziano Delrio e o chefe da Defesa Civil, Fabrizio Curcio, estão se dirigindo ao local para acompanhar as operações de resgate, assim como o presidente da região da Puglia, Michele Emiliano. “Há uma absoluta necessidade de entender os responsáveis e esclarecer tudo. Não pararemos até que tudo que aconteceu esteja claro”, disse Renzi que decidiu deixar Milão e retornou imediatamente para Roma.

Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *