Garota cuida de banheiro improvisado para juntar dinheiro

A pequena Iasmin cuida do banheiro para conseguir comprar leite sem lactose. (Imagem: Patos Hoje)

A pequena Iasmin cuida do banheiro para conseguir comprar leite sem lactose. (Imagem: Patos Hoje)

Uma garotinha de apenas 10 anos vem dando exemplo de como as pessoas devem encarar a vida diante de uma dificuldade em Patos de Minas. Com forte intolerância à lactose, Yasmim Lélia vem cuidando de um banheiro improvisado para conseguir dinheiro para comprar seu leite especial. “Ela chega a desmaiar se consumir algum produto com lactose”, disse a avó.

A história comovente vem acontecendo aos domingos nas imediações da Feira de Produtores Rurais no Bairro Vila Garcia. Como não existe um banheiro para as pessoas que frequentam o local, Elenice Brito Oliveira, conhecida como “Titita”, avó de Yasmim, resolveu improvisar um sanitário na própria casa para conseguir uma ajuda para a neta.

Fechado apenas com portas de metal e pano, o banheiro foi construído por Elenice que trabalha recolhendo materiais recicláveis. Após a improvisação, o trabalho ficou todo por conta de Yasmim. Segundo a avó, a pequena guerreira acorda cedo aos domingos para deixar tudo limpo e receber os clientes. Apesar de contar com um apoio especial dos priminhos, todos da mesma faixa etária, quem administra tudo é a garota.

 

Os priminhos apoiam totalmente o trabalho de Yasmim. “Quando chega algum homem “tonto” nós ficamos perto para não acontecer nada”, disseram. E não é só isso. Eles também contaram que não comem nada que contém lactose perto da prima para não deixá-la com vontade. Eles fizeram questão de falar que todo o dinheiro ganho com o serviço no banheiro é para garota.

No entanto, só o dinheiro do banheiro não tem sido o suficiente. Elenice disse que Yasmim está estudando normalmente, mas de vez em quando precisa faltar às aulas por causa do seu problema. “Nem sempre conseguimos comprar o leite sem lactose que é mais caro e ela acaba passando mal. Precisamos ficar atentos. Ela chega a desmaiar”, informou a avó.

Titita pediu às pessoas que se puderem ajudar com doação do leite sem lactose ou qualquer outra ajuda, ficará muito agradecida. A pequena Yasmim vive com a mãe em uma casa no mesmo lote da avó na rua do Leal, 373, em frente ao Campo do Vila. As pessoas podem entrar em contato com a família pelos telefones (34) 9 9881 4889 ou no (34) 9 9211 9860.

Além do leite especial, Titita disse que Yasmim também precisa tomar alguns remédios e está fazendo diversos exames para melhorar suas condições de vida. “Ela fez diversos exames”, disse. A história da garotinha vem mexendo com as pessoas e a maioria doa quantias maiores do que o R$1 cobrado para usar o banheiro.

Patos Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *