Vítimas do acidente na Mogi-Bertioga são liberadas de hospital

Acidente com ônibus na Mogi-Bertioga deixa 18 mortosPrefeitura de Bertioga

Acidente com ônibus na Mogi-Bertioga deixa 18 mortos Prefeitura de Bertioga

A prefeitura de São Sebastião informou hoje (9/6) a liberação de três vítimas do acidente com o ônibus de estudantes que capotou na Rodovia Mogi-Bertioga, no fim da noite de ontem (8). Elas foram atendidas no Pronto Atendimento de Boiçucanga, Costa Sul da cidade, e no Hospital de Clínicas de São Sebastião. Bianca A. Marcelino da Silva, Mayara Gomes Carvalho e Vanderson Damásio saíram dos hospitais por volta das 13h.

Outras duas vítimas – Daniel Silva Santos e Gabriela Leite Braz – foram atendidas nessas mesmas unidades e encaminhadas para o Hospital de Clínicas de São Sebastião. Daniel passou por uma cirurgia no maxilar e Gabriela teve de ser transferida para o hospital de São José dos Campos em estado grave com traumatismo craniano.

O acidente, que ocorreu por volta das 22h50, deixou 18 mortos. As vítimas tinham recebido os primeiros socorros no Hospital de Bertioga e depois transferidas para o Hospital Santo Amaro, no Guarujá, onde, segundo a instituição, chegaram seis feridos, dos quais dois não resistiram aos ferimentos.O Hospital de Bertioga informou que, dos oito feridos atendidos na unidade, um chegou morto e cinco foram transferidos para o Hospital Santo Amaro e para a Santa Casa de Santos. De acordo com o hospital, 15 morreram no local do acidente.

O ônibus fretado transportava 46 estudantes secundaristas e universitários de Mogi das Cruzes para a cidade de São Sebastião, quando capotou no km 84 da Rodovia Mogi-Bertioga. Os motivos do acidente ainda estão sendo investigados. O que se sabe até então é que houve um choque contra uma rocha e, ao tombar, o veículo ficou com as rodas para cima e toda o teto e a cabine ficaram destruídos.

A prefeitura de São Sebastião suspendeu as aulas nas escolas municipais e cancelou os eventos confirmados para hoje e para os próximos dois dias em luto oficial pelas vítimas.

O prefeito Ernane Primazzi divulgou nota lamentando a tragédia e informando que foram providenciadas medidas para que os mortos sejam velados de forma coletiva em três locais.

Conforme a nota,11 corpos serão velados na quadra de Juquehy, Praça Simeão Faustino (ao lado da Emei Branca de Neve), e dois no ginásio de Boiçucanga, à Rua Tropicanga, 99, Estrada do Cascalho. Também foi preparado o espaço da quadra de Barra do Una, na Rua Cravinhos, sem número.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *