Teólogo brasileiro recebe Prêmio Ratzinger

Mário de França Miranda - teólogo jesuítaA Fundação Vaticana Joseph Ratzinger anunciou nesta segunda-feira (16) a premiação do teólogo brasileiro padre Mário de França Miranda e do libanês Nibal el-Khoury por seus trabalhos no assunto em 2015.

“Com esta escolha, a Fundação amplia ainda mais os seus horizontes”, diz o presidente da entidade, monsenhor Giuseppe Scotti, em referência ao fato da premiação ser entregue a pessoas provenientes de várias países. Desde que foi criado, o prêmio foi dado a teólogos de diversas nacionalidades, como italianos, espanhóis, alemães, britânicos, poloneses e norte-americanos.

Atualmente, o padre Mário de França Miranda é professor da PUC do Rio de Janeiro. Apesar dos dois vencedores serem católicos neste ano, o prêmio Ratzinger já foi dado para pessoas que professam outras religiões cristãs.

Os dois ganhadores deste ano, segundo a Fundação, representam a amplitude da Igreja Católica liderada pelo papa Francisco. A América Latina, além de ter dado o primeiro Pontífice não europeu da história, oferece um maneira nova e eloquente em provar seu catolicismo.

Já a importância do Oriente para a Igreja se faz repetidamente presente nos discursos de Jorge Mario Bergoglio e do papa João Paulo II. Este último, adorava pronunciar que a Igreja Católica deve respirar com dois pulmões: o Oriente e o Ocidente.

Agência Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *