Estado Islâmico já executou 3,1 mil pessoas na Síria

Estao IslâmicoO grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) executou 91 pessoas na Síria somente no último mês, de acordo com o Observatório Nacional para os Direitos Humanos da Síria (Ondus). Com isso, sobe para 3.156 pessoas mortas no país desde a criação do califado sunita, há 14 meses.

Das 91 pessoas executadas nos últimos dias, 32 delas eram civis, 11 pertenciam a milícias de facções islâmicas rivais, nove eram membros de forças aliadas e 39 integravam o próprio Estado Islâmico.

Em Derna, na Líbia, um homem que tentou convencer um jihadista do EI a se render foi decapitado. Sua cabeça foi exposta pelas ruas e o jihadista explodiu uma bomba que matou três pessoas, sendo duas crianças, de acordo com fontes locais.

Também neste sábado (29), a Turquia lançou sobre a Síria seus primeiros bombardeios, em apoio à coalizão internacional contra o EI guiada pelos Estados Unidos.

Ontem, o líder espiritual do EI, Hassan al-Karami, em um sermão na mesquita de Rabat, disse que o grupo pretende decapitar “todos os rebeldes opositores após as orações de sexta-feira”. “Os moradores de Sirte devem conceder suas filhas para se casarem com os nossos combatentes”, ameaçou o jihadista.

Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *