Bairros de Uberlândia passam a contar com videomonitoramento

Bairros de Uberlândia passam a contar com videomonitoramentoApós um mês de teste de funcionamento, foram inauguradas na tarde desta terça-feira (18) as novas câmeras do sistema Olho Vivo de Uberlândia. Além da mudança para a tecnologia digital dos equipamentos já existentes (72 câmeras), outros 32 foram implantados para fazer o videomonitoramento nos bairros Luizote de Freitas, Jardim Patrícia, Mansour, Santa Mônica, Planalto, Presidente Roosevelt, Santa Rosa, São Jorge, Laranjeiras e Pacaembu.

“Nosso compromisso é que o sistema chegasse aos bairros. Queremos agora ampliar esse serviço, já que a nossa ideia é continuar investindo para uma ação mais rápida e proporcionar a sensação de mais segurança às pessoas ao frequentar o comércio da nossa cidade”, disse o prefeito Gilmar Machado.

Para o comandante-geral da Polícia Militar em Minas Gerais, Coronel Marco Antônio Bianchini, um dos fatores que contribuem para a criminalidade é a ausência do estado. “A câmera potencializa os olhares do estado para a ação do criminoso. É a potencialização das ações da Polícia Militar e dos órgãos de segurança pública de Uberlândia”, afirmou.

A iniciativa foi possibilitada pela assinatura de um convênio entre Prefeitura de Uberlândia, Estado e Polícia Militar. A cidade passa agora a ter 104 câmeras sendo todas de tecnologia digital. A contrapartida do município no convênio é de R$ 9 milhões.

Se somado ao valor da primeira etapa, quando foram implantadas 72 câmeras, o investimento da prefeitura totaliza R$ 19,6 milhões. O Município é responsável pela contratação dos monitorantes das imagens, custeio da energia elétrica dos equipamentos, custeio da utilização do posteamento junto à Cemig e manutenção da rede óptica.

Segundo o comandante da 9ª Região da Polícia Militar, coronel Volney Halan Marques, o atendimento nas áreas monitoradas acontece com média de três minutos. “Foi construído um cenário que cada setor da cidade foi privilegiado com uma câmera. Isso é importantissimo, pois vai medir o esforço da Polícia Militar em determinado local em detrimento de outro”, comentou.

O agente monitorante das câmeras é treinado pela PM para verificar quem são as pessoas e os veículos suspeitos. Assim que algo suspeito é verificado, o monitorante aciona o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) de imediato.

Mais investimentos em segurança

O comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Marco Antônio Bianchini, anunciou ainda na solenidade a modernização do Copom. O Centro de Operações, fundado em 1991, foi estruturado para a criação do Centro Integrado de Atendimento e Despacho (CIAD). O CIAD vai proporcionar maior rapidez dos encaminhamentos das ocorrências para os órgãos específicos responsáveis, visto que os servidores dos diversos órgãos que compõem o sistema de defesa social de Minas compartilham profissionalmente o mesmo ambiente.

Instalado no prédio da 9ª RISP e com possibilidade de ampliação, o Copom atende aproximadamente 100.800 ligações de ocorrências policiais por mês através do Disque 190. O centro de operações possui capacidade operacional com 12 cabines de teleatendimento e seis canais de rádio, além do sistema Olho Vivo.

Também foi anunciado que estão abertas as inscrições do processo seletivo para aumentar o efetivo da PM no estado. Serão mais 150 policiais militares que vão se formar em Uberlândia e atuar exclusivamente na 9ª Região.

Outro investimento é o aporte de viaturas novas com manutenção terceirizada. O projeto de R$ 250 milhões para Minas Gerais vai beneficiar os batalhões com 2.350 viaturas, sendo 85 para Uberlândia.

“Estamos dando melhores condições de trabalho para nossos policiais militares. Aqui na 9ª Região temos os menores índices de criminalidade no estado. Esperamos que até no máximo em janeiro recebamos as viaturas. O projeto prevê que a empresa vencedora deva fazer a manutenção e repor o veículo estragado em 24 horas. Ou seja, teremos as viaturas full-time para os policiais militares trabalharem”, explicou o comandante-geral.

Fonte: Prefeitura de Uberlândia 

Uma resposta a Bairros de Uberlândia passam a contar com videomonitoramento

  1. weller disse:

    Parabéns mas, Uberlândia tendo a arrecadação que tem pode e deve ser bem melhor que isto.
    Acredito também que deve-se criar uma inteligência não só para roubos de carga mas para furtos a residências, que hoje parece ter virado moda em nossa cidade. o sistema de recebimento de ligações da nossa policia(190) carece de cuidados também. Vamos lá, sabemos que vocês políticos podem mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *