Nível do Cantareira tem queda após oito dias de estabilidade

Nível do Cantareira tem queda após oito dias de estabilidadeO nível dos reservatórios do Sistema Cantareira reduziu 0,1 ponto percentual, atingindo no domingo (24) 19,6% de sua capacidade. A queda interrompe sequência de oito dias de estabilidade, porque desde o último sábado (16) o sistema registrava 19,7%.

A chuva acumulada nos reservatórios do sistema durante este mês ficou em 45,4 milímetros (mm), volume abaixo do histórico para maio, que é 78,2 mm. Ontem (23), a pluviometria observada no Cantareira foi apenas 0,2 mm.

O Cantareira, antes da atual crise hídrica em São Paulo, garantia água para aproximadamente 9 milhões de pessoas. A estiagem e a retirada dos reservatórios obrigaram a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) a captar água de outros mananciais. Hoje, o sistema abastece 5,4 milhões de pessoas, menos que o Sistema Guarapiranga, que atualmente fornece água para 5,8 milhões de consumidores.

Nas demais represas que abastecem a região metropolitana, o Sistema Rio Claro foi o único a registrar aumento, passando de 56,8% ontem para 56,9% hoje. Os reservatórios do Alto Cotia mantiveram-se estáveis em 68,2%.

Os demais mananciais tiveram queda. O Sistema Rio Grande caiu de 95,3% para 95,1%, o Alto Tietê reduziu de 23% para 22,9% e o Guarapiranga passou de 81,8% para 81,5%.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *