Oi reitera interesse na TIM, mas nega acordo

Brazilian Oi and Telecom Portugal announce a possible future fusionPor meio de um comunicado divulgado na noite de segunda-feira (3), a Oi reconheceu que tenta viabilizar a compra da TIM Participações, mas negou que tenha chegado a um acordo com a Vivo e a Claro para adquirir a empresa e dividi-la em três.

Em agosto passado, a Oi contratou o banco BTG Pactual para desenvolver alternativas que possibilitem o seu protagonismo na “consolidação do setor de telecomunicações no Brasil, notadamente para viabilizar proposta para a aquisição da participação da Telecom Italia na TIM”.

Segundo o comunicado, a instituição financeira tem mantido conversas com terceiros sobre uma eventual operação, mas até o momento não há qualquer definição ou acordo sobre a questão.

Na última sexta-feira (31), a “Folha de S. Paulo” publicou uma reportagem sobre uma suposta negociação entre a Vivo, a Claro e a Oi para comprar a TIM. De acordo com o jornal, a transação, que seria intermediada pelo BTG, poderia chegar a R$ 31,5 bilhões.

Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *