Na Escócia, cão surdo aprende linguagem de sinais

 

Na Escócia, uma mulher ensinou e adestrou um cão surdo, usando língua de sinais. Após três anos de convivência, Rosie Gibbs conseguiu ensinar diversos comandos ao cão Horus, que é surdo, usando uma linguagem de sinais conhecida como Makaton, muito utilizada com crianças surdas.

Em seus primeiros dias de vida, Horus foi maltratado pelos antigos donos, que eram viciados em heroína. Depois de resgatado com seis semanas de idade ele foi adotado, mas voltou em menos de um ano por não se comportar bem, devido a surdez. O cão esperou aproximadamente 18 meses em um canil até que Rosie Gibbs, uma entusiasta da linguagem de sinais, o adotasse.

Com o Makaton, Rosie conseguiu se comunicar com Horus e hoje ele já aprendeu mais de 50 comandos, incluindo ‘sentar’, ‘ficar’, ‘prestar atenção’, ‘brincar’. De acordo com a dona, ele pode até mesmo fechar gavetas abertas com um comando. Horus já ganhou medalhas de bronze, prata e ouro no Kennel Club Good Citizen Awards, um prêmio do país destinado a bons cidadãos.

Rosie disse que “as pessoas pensam que cães surdos são diferentes e estúpidos e que não podem ser treinados, mas Horus é uma prova de que eles podem”. Ela também ajuda a promover a “Deaf Dog Network” (Rede de Cães Surdos, em uma tradução literal), um grupo de apoio na internet para os proprietários de cães surdos.

Texto traduzido e adaptado do site Life With Dogs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *