Manuscrito perdido de Mozart é encontrado na Hungria

 

Sonata para Piano número 11 de Wolfgang Amadeus Mozart é dividida em três movimentos (foto: Wikimedia Commons)

Sonata para Piano número 11 de Wolfgang Amadeus Mozart é dividida em três movimentos (foto: Wikimedia Commons)

O manuscrito original de uma das obras mais famosas de Wolfgang Amadeus Mozart, a Sonata para Piano número 11 em A maior K.331, dado como perdido há mais de dois séculos, foi encontrado em uma biblioteca de Budapeste, capital da Hungria, em meio a vários papéis velhos.

A relíquia tem quatro páginas com os dois primeiros movimentos da composição, completando o único manuscrito original disponível até o momento, o da terceira parte, que inclui a famosa Marcha Turca. Este último está conservado em Salzburgo, Áustria.

O documento foi achado na biblioteca nacional Széchényi pelo diretor do departamento de música do local, Balazs Mikusi. As partituras foram reconhecidas como autênticas por especialistas.

Contudo, ainda não se sabe como o manuscrito foi parar na Hungria, país onde Mozart nunca esteve.

Fonte: Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *