Itália socorre imigrantes africanos no Mediterrâneo

Salvamento de imigrantes pela marinha italiana em dezembro de 2013

Salvamento de imigrantes pela marinha italiana em dezembro de 2013

A Marinha italiana anunciou neste sábado, 31 de maio, ter socorrido, em 24 horas, cerca de 3 mil imigrantes que tentavam atravessar o Mar Mediterrâneo de barco. Perto de 1,3 mil foram auxiliados durante uma operação destinada a salvar milhares de imigrantes que tentam chegar à Europa a bordo de embarcações improvisadas e sobrecarregadas.

Na última sexta-feira, 30 de maio, a Marinha resgatou 1.443 pessoas, das quais 264 crianças. Só em Lampedusa – onde em 2013 morreram perto de 400 imigrantes ilegais – foram resgatados 200. Este mês, 14 pessoas foram encontradas mortas na sequência de um naufrágio ocorrido entre a Líbia e a Itália.

De acordo com a agência europeia especializada Frontex, nos últimos meses, o número de imigrantes ilegais oriundos do Norte de África tem “aumentado significativamente”, assim como os provenientes da Líbia, devido à melhoria das condições meteorológicas e ao agravamento das condições de segurança naquele país.

Centenas de imigrantes ilegais chegam à Itália quase diariamente em busca de asilo, provenientes, na maioria, da Eritreia, Somália e Síria, sendo também esses os imigrantes que mais são interceptados. Perto de 40 mil migrantes desembarcaram na costa italiana durante os cinco primeiros meses deste ano, anunciou na quarta-feira, 28 de maio, o ministro italiano do Interior, Angelino Alfano. Em 2013, chegaram a Itália perto de 43 mil migrantes.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *