Pronatec forma nova turma de mais de 1,3 mil alunos em Uberlândia

(Beto Oliveira/SECOM/PMU)

(Beto Oliveira/SECOM/PMU)

A formatura dos 1.362 alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), realizada na noite desta quinta-feira (13), no ginásio do Uberlândia Tênis Clube (UTC), contou com a presença da ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, à convite do prefeito Gilmar Machado. A importância da formatura é comprovada pela posição do estado no ranking nacional. Minas Gerais é o segundo estado com maior número matrículas, com quase 100 mil alunos em 415 municípios.

Em Uberlândia, o Pronatec, executado em parceria com o Governo Federal, ganhou forte adesão em pouco mais de um ano. Em 2012 a oferta chegava a 306 vagas e em 2014 esse número foi ampliado em 1.600%, passando para mais de cinco mil vagas ofertadas num investimento de R$ 4,7 milhões. “Aqui em Uberlândia estamos atingindo nossas metas. Criamos 566 escolas técnicas nos últimos 11 anos e pois nosso país cresce muito e gera empregos. Precisamos muito de mão-de-obra qualificada”, afirmou a ministra Tereza Campello.

Em Uberlândia a média de mulheres matriculadas e formandas é maior que a média nacional. No Brasil o índice é de 67% e na cidade é de 75%.A primeira turma de formandos recebeu o certificado de conclusão em setembro de 2013, durante a primeira visita da presidente Dilma Roussef à cidade. Na ocasião, mais de 2.600 participantes de 32 municípios da região se formaram nos cursos do Pronatec. “Temos de continuar essa parceria que tem ajudado a muitas pessoas garantindo sua qualificação para o mercado. E o mais importante é que após isso tudo, as pessoas busquem se aperfeiçoar ainda mais no ensino”, ressaltou Gilmar Machado.

O Pronatec é uam ferramenta pública que amplia e democratiza a oferta de cursos profissionais e tecnológicos e de formação inicial e continuada. Nesse âmbito, consegue promover a qualificação profissional tanto presencial quanto à distância. Isso aumenta as oportunidades educacionais e os recursos pedagógicos aos trabalhadores, dando oportunidade de crescimento profissional e econômico e melhorando a qualidade do ensino médio. “Uberlândia deu um enorme salto nesse programa. E para fazer pelo social, devemos pensar na humanização. O Pronatec é reflexo disso, fruto de uma parceria efetiva”, disse Murilo Ferreira, secretário municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho.

Interessado pela área de tecnologia, Eduardo Pontes, 25 anos, ficou sabendo do curso de Programador de Sistemas por um colega de trabalho. Hoje ele atua no help desk de uma empresa conceituada. A perspectiva do formando é utilizar o conhecimento obtido durante os três meses de curso em novas áreas ligadas ao segmento. “Hoje trabalho como analista de suporte. Há muito tempo tentei ingressar no curso e agora consegui. Quero agora tentar passar para a função de desenvolvedor, pois o curso me permitiu esse aprendizado”, disse Pontes.

Junto ao Pronatec, a prefeitura criou o Pró-Trabalho, programa municipal que encaminha os alunos do Pronatec para empresas, fechando o ciclo o programa social. Foi de olho nesse sonho de trabalhar na área em que gosta que Sirley Aparecida de Jesus concluiu o curso de Cuidador de Idoso. Apaixonada pelo segmento, ela tinha a experiência do trabalho, mas faltava o conhecimento técnico. Ingressou no Pronatec e os três meses de aprendizado já garantiram ela em um novo emprego. “É uma profissão boa e agora estou encaminhada para uma vaga. No curso aprendemos partes muito específicas que eu não tinha noção. Agora me sinto mais preparada”, avaliou.

Como participar?

O Pronatec em Uberlândia dispõe de 88 cursos de diversas áreas, como turismo, construção civil, moda, panificação e mecânica industrial. Estão aptos a se inscrever adultos e jovens a partir de 16 anos, cadastrados ou em processo de cadastramento no CadÚnico, não havendo limite de participantes por família. Basta apresentar RG, CPF, NIS (Número de Informação Social) e comprovante de endereço nos locais habilitados, como a Plataforma da Cidadania ( que fica no Centro Administrativo Municipal), Centros Profissionalizantes (Planalto, Lagoinha, Luizote e Alvorada) e nas oito unidades do CRAS (Custódio Pereira, Jardim Brasília, Jardim Célia, Mansour, Marta Helena, Morumbi, São Jorge e Shopping Park). Para contribuir com a formação profissional, os beneficiados recebem vale-transporte, auxílio alimentação, uniforme e material escolar.

A rede de participantes do Pronatec inclui parcerias com instituições como a Prefeitura de Uberlândia, por intermédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Serviço Social do Transporte (Sest), o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat), a Escola Técnica da Universidade Federal de Uberlândia (Estes/UFU) e o Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM)

Prefeitura de Uberlândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *