Empresa italiana é acusada pela morte de 400 pessoas

Mais de 2 mil pessoas teriam tido doenças cardíacas e/ou respiratórias  Foto: Ansa

Mais de 2 mil pessoas teriam tido doenças cardíacas e/ou respiratórias
Foto: Ansa

A procuradoria de Savona afirma que a unidade da sociedade energética Tirreno Power em Vado Ligure, na Itália, causou a morte de 400 pessoas. A empresa é a acusada de homicídio culposo e desastre ambiental.

“Sem a central de Vado essas mortes não teriam ocorrido”, afirmou o procurador responsável pelo caso, Francantonio Granero.

Após meses de pesquisas e análises sobre os efeitos da emissão de carbono no ambiente e na saúde dos cidadãos, especialistas determinaram que entre 2000 e 2007, ao menos 442 pessoas morreram e 2683, entre elas 586 crianças, tiveram doenças respiratórias e cardíacas relativas ao período entre 2005 e 2012.

Fonte: Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *