Trabalhador morre afogado após rompimento de adutora do DF

Adutora se rompe e mata operario no DFLuciano Almeida da Silva, operário que trabalhava na manhã de hoje (6) em adutora na Estrada Parque Taguatinga-Guará (EPTG), em Brasília, morreu antes de chegar ao Hospital de Base do Distrito Federal (DF). Quatro pessoas ficaram feridas. Os operários trabalharam durante toda a madrugada no conserto da adutora que havia rompido no fim da tarde de quarta-feira (5) e haviam concluído o reparo às 9h de hoje.

Segundo informações da Secretaria de Saúde três operários foram medicados, estão conscientes e passam por exames no Hospital de Base do DF. Um paciente está em estado grave, porém estável  e respira sem ventilação mecânica.

Com o religamento do sistema, houve novo rompimento no mesmo trecho. As informações são da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal.

O vazamento de grande volume de água ontem deixou o trânsito complicado na EPTG e hoje houve novamente engarrafamento provocado pela manutenção da adutora. O incidente deixou cerca de 120 mil pessoas sem água no Guará I e II, setor Lúcio Costa, setor de Chácaras e a Super Quadra Brasília.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *