Índice que reajusta aluguéis recua na primeira prévia de novembro

Imagem ilustrativa/ danielnoblog.com.brO Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado como referência para o reajuste dos contratos de aluguel, registrou alta de 0,30% na primeira prévia de novembro. A variação ficou bem abaixo da registrada no mesmo período de outubro, de 0,85%, conforme divulgou  hoje (08) a Fundação Getulio Vargas (FGV). No ano, o indicador acumula alta de 4,89% e no período de 12 meses, de 5,36%.

A queda na prévia de novembro foi influenciada pelo recuo nos preços dos produtos vendidos no atacado. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), responsável por 60% da formação do IGP-M, registrou variação de 0,29%, contra 1,14% registrado no mesmo período de outubro. De acordo com a FGV, a principal contribuição para este movimento veio do subgrupo de alimentos processados, cuja taxa passou de 2,93% para 0,08%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que responde por 30% do total do IGP-M, apresentou alta de 0,39% na primeira prévia de novembro, contra taxa de 0,25% no mesmo período de outubro. O destaque foi para o grupo alimentação, cuja taxa passou de 0,14% para 0,55%.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que contribuiu com 10% na formação do IGP-M, apresentou variação de 0,15% na primeira prévia de novembro, taxa inferior ao resultado do mês anterior, de 0,35%. A influência para o resultado veio da parcela relativa a materiais, equipamentos e serviços, com variação de 0,32%, contra a taxa de 0,73% registrada na primeira prévia de outubro.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *