Campanha Outubro Rosa marca novas ações contra o câncer de mama em Minas

Imagem ilustrativa sobre câncer de mama

Imagem ilustrativa sobre câncer de mama

A iniciativa tem início nesta terça-feira (1º), quando acontece a abertura oficial, no Museu de Artes e Ofícios, às 19h30.

Conhecido internacionalmente, o movimento Outubro Rosa espalha o tom de rosa e estimula a participação da população, empresas e entidades no combate ao câncer de mama. Em Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES) a ação já tem tradição e neste ano vai iluminar prédios e monumentos públicos em sete cidades mineiras (Varginha, Montes Claros, Juiz de Fora, Uberaba, Valadares, Divinópolis e Belo Horizonte).

Entre as novidades que serão apresentadas para integrar o Programa Estadual de Controle do Câncer de Mama, o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, destacará a nova faixa etária para a realização de mamografia. Antes, o exame tinha como público-alvo mulheres com idade entre 45 e 69 anos e agora amplia o recorte, podendo ser feito a partir dos 40 anos. Com isso haverá um aumento, para 2014, de 30% na meta estadual de mamografias, beneficiando cerca de 750.000 mil mulheres, o que implica em mais que dobrar o número atual de exames realizados em 2010.  A mudança tem a proposta de diagnosticar a doença de forma cada vez mais precoce e assim aumentar consideravelmente as chances de cura sem sequelas e reverter a mortalidade.

Mamógrafo móvel

Para pacientes que residem em cidades distantes dos grandes centros e encontram dificuldades para fazer a mamografia, o Governo de Minas, através da SES, também percorre o Estado com dez mamógrafos móveis (caminhões equipados para a realização do exame). De forma prática, a realização do exame não precisa de pedido médico, basta apresentar documento com foto. A SES também disponibiliza em seu site informações, além do formulário de requerimento, que pode ser acessado clicando aqui. Esta ação, que já rodou mais de 100 cidades (a meta é realizar 120 mil exames), contribuiu para que Minas passasse de quarto lugar em número de mamografias realizadas para o segundo lugar no país, com 586.649 mamografias.

Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *