DER/MG apresenta mudanças de tráfego nas imediações do Aeroporto de Confins

Mudanças no aeroporto de ConfinsO diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG), José Elcio Santos Monteze, concedeu entrevista coletiva, nesta quinta-feira, (27), na sede do DER/MG, para apresentar as mudanças de tráfego nas imediações do Aeroporto Internacional Presidente Tancredo Neves (AITN), em Confins, para a continuidade das obras de duplicação, melhoramentos e construção de viadutos na rodovia LMG – 800, via de acesso ao terminal aeroportuário.

A alteração de tráfego vai impactar em cerca de 30 minutos a mais no trajeto até o aeroporto e mudar o fluxo de entrada para o terminal de passageiros e para o terminal de cargas.

A atual capacidade do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, precisaria ser aumentado em pelo menos mais 3,7 milhões de pessoas para alcançar a estimativa de 14 milhões de turistas que deverão passar pelo aeroporto durante a Copa do Mundo de 2014.

O projeto inicial, que iria construir o Terminal 2 com capacidade para mais 10 milhões de pessoas e fazer o Terminal 3 (o famoso “puxadinho”), com capacidade para mais 3,9 milhões, já foi alterado.

O Terminal 2 foi reduzido pela metade, enquanto o Terminal 3 não chegará nem a ser construído. O problema é que o orçamento já foi pago pelo governo do Estado. Só com o cancelamento do Terminal 3, cerca de R$ 22 milhões serão “jogados fora” pela Infraero.

Foram investidos cerca de R$ 10,46 milhões pelo Governo de Minas Gerais na elaboração dos projetos básico e executivo para o Terminal 2 – que ainda não se sabe se poderá ser usado pelo concessionário.

A Secretaria da Aviação Civil já anunciou que o Terminal irá atender a necessidade atual do aeroporto e a concessionária que irá administrá-lo terá total liberdade para desenvolver novos projetos, seguindo o exemplo da concessionária de Brasília, que resolveu desmontar um dos módulos operacionais e reaproveitá-lo ao lado do Terminal 2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *