Ações educativas vão marcar o Dia Mundial sem Tabaco

Em comemoração ao Dia Mundial sem Tabaco, celebrado em 31 de maio, a Secretaria Municipal Antidrogas e de Defesa Social fará uma série de ações educativas, como distribuição de informativos, orientações sobre o Programa de Tabagismo do Ministério da Saúde, aplicação de teste de dependência à nicotina e o lançamento da campanha “Troque seu cigarro por uma fruta”.

As ações acontecem nesta quarta-feira (29) das 12h às 17h, no Centro Administrativo, e tem como objetivo alertar a população para os malefícios do tabaco, bem como sensibilizar para a necessidade de proteger as pessoas que não fumam do tabagismo passivo.

A secretária Antidrogas e de Defesa Social, Flávia Carvalho, acredita que ações como estas são importantes para conscientização da população, já que as estatísticas apontam que o tabagismo mata 200 mil pessoas a cada ano no país. “Mais do que a vontade, o fumante precisa de estímulos para conseguir parar de fumar.

Por isso, a Secretaria Antidrogas estará promovendo essas ações de combate ao tabaco”. Ainda segundo a secretária, o Brasil, de maneira pioneira, passou a adotar políticas bastante consistentes de combate ao tabagismo. “A redução do percentual de fumantes de 16,2% para 14,8% é resultado de uma política nacional de controle do tabagismo implementada no país desde o início da década de 1980, que teve como estratégias principais medidas legislativas, educacionais, regulamentação dos produtos do tabaco e oferta de tratamento para cessação do tabagismo no Sistema Único de Saúde (SUS)”, disse.

Até 2022, o Ministério da Saúde tem a meta de reduzir a proporção de fumantes na população adulta de 14,8% para 9%. Outra medida que está prestes a vigorar é o aumento das alíquotas dos impostos para 85% e preço mínimo do cigarro em decreto a ser assinado pela presidenta Dilma Rousseff.

Secom

Uma resposta a Ações educativas vão marcar o Dia Mundial sem Tabaco

  1. Renato disse:

    DEVERIAM PREOCUPAR MAIS COM O SALARIO DOS PROFESSORES , COM OS MENOS FAVORECIDOS,COM A FALTA DE MEDICOS NAS UAIS.SOU FUMANTE E TENHO MEUS DIREITOS TAMBEM, EXEMPLO PROIBIRAM DE SE FUMAR NO TERMINAL CENTRAL , AGORA PERGUNTO ONDE FOI CRIADO UM ESPAÇO TIPO FUMODROMO PARA OS FUMANTES , SE PROIBIR NOS TEMOS O DIREITO DE TER UM ESPAÇO RESERVADO PARA FUMAR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *