Ação promove conscientização para descarte correto do lixo

Agência minasA comunidade do Bairro Madre Gertrudes, na região Oeste de Belo Horizonte, recebeu nesta sexta-feira (12) mais uma intervenção do projeto Lixo é a maior sujeira, realizado pelo Programa Mediação de Conflitos do Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Cabana do Pai Tomás. A iniciativa tem o intuito de conscientizar e mobilizar os moradores sobre a importância do descarte correto do lixo e conta o apoio Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) da Prefeitura de Belo Horizonte, Fundação Dom Bosco e Centro de Saúde Vila Imperial.

Como explica a técnica social do Mediação de Conflitos, Tatiane Maia, o projeto atua diretamente sobre questões que causam transtornos ao dia a dia de muitas comunidades: “O acúmulo de lixo pode resultar até mesmo em conflitos entre vizinhos. Assim, debatendo com os moradores a importância do cuidado com o ambiente da comunidade, trabalhamos questões de convívio e prevenção à violência”.

Ação

O evento contou com a presença dos alunos da Fundação Dom Bosco, que além de apresentações culturais de capoeira, também promoveram uma oficina de reciclagem de caixas de leite. Para a educadora Nilza dos Santos, a participação das crianças em projetos como este é essencial. “Nada melhor do que o engajamento das crianças para mostrar aos adultos que a limpeza da comunidade é um compromisso que deve ser de todos. É um verdadeiro lembrete para pais e mães. O que essas crianças, que moram e transitam pela região, estão fazendo é passar a mensagem de que não querem mais esse lixo aqui”.

Moradora do bairro há 30 anos, Maria das Graças vê com bons olhos a intervenção na comunidade: “É ótimo ver esta mobilização. Quando tem muito lixo, corremos o risco de ver as ruas alagadas, sem falar na proliferação do mosquito da dengue”.

Saiba mais

Na origem do ‘Lixo é a maior sujeira’, a equipe local do Mediação de Conflitos travou várias discussões sobre as formas de escutar e atender a comunidade, tendo em vista a grande quantidade de demandas relacionadas ao tema colhidas nos atendimentos internos e visitas externas pelo bairro. “Nesses encontros, muitos dos quais com a participação de moradores e instituições locais, a discussão do problema do lixo sempre veio à tona, o que nos estimulou a desenvolver um trabalho de intervenção. Mas não poderia seria ser qualquer tipo intervenção”, finaliza Tatiane.

Mediação de Conflitos

O Programa Mediação de Conflitos é desenvolvido pela Diretoria de Resolução Pacífica de Conflitos da Coordenadoria Especial de Prevenção à Criminalidade da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). O objetivo do programa é trabalhar a resolução de problemas com os próprios envolvidos, contribuindo para que eles encontrem uma forma pacífica de solucioná-los, sem o uso da violência. Não se trata de uma alternativa à justiça formal, mas mais uma possibilidade, inserida em territórios específicos.

Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *