Identifique os sucos Ades contaminados para evitar consumi-los

Após suspensas a fabricação, a distribuição e a venda do consumo dos sucos de soja da marca Ades, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foram divulgados os dados dos lotes proibidos. Eles trazem na embalagem as iniciais AG e saíram da linha TBA3G. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (18)

Os sucos do sabor Maçã foram envasados numa das 11 linhas de produção da unidade da empresa em Pouso Alegre, em Minas Gerais, onde a bebida é fabricada.

Em nota, a Unilever diz que a linha foi desativada e que não distribui nenhum produto do lote desde a quarta-feira passada e que trabalhou para retirar do mercado o lote proibido.

O lote contaminado atingiu 96 caixas do AdeS Maçã de 1,5l.

Segundo a nota da empresa, “uma falha resultou no envase de embalagens com solução de limpeza. Depois, a Anvisa detectou que o conteúdo das embalagens era composto apenas de soda cáustica. Até esta segunda-feira (18), 14 consumidores haviam entrado em contado com a empresa para relatar problemas com a bebida. Ainda na segunda-feira, estava programada uma inspeção sanitária na fábrica para verificar as condições de produção do alimento e se a falha foi solucionada. Caso seja provado que o problema foi resolvido e que não atingiu outros lotes com as iniciais AG, eles poderão ser liberados para consumo.”

Segundo a empresa, apenas o lote mencionado estava contaminado. Os demais, de sabores diferentes ao de Maçã, e de lotes diferentes ao mencionado, estão aptos para consumo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *