Ministério discute política diferenciada para pecuária

A elaboração de uma estratégia característica para a pecuária de corte e de leite envolve o debate tanto com técnicos ligados ao Mapa e vinculadas quanto com entidades ligadas ao setor

Em reuniões com entidades ligadas ao agronegócio no último final de semana, no Mato Grosso, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller, discutiu propostas diferenciadas para o próximo Plano Agrícola e Pecuário (PAP), entre as quais as voltadas ao setor produtivo de carnes.

Segundo o secretário, a elaboração de uma estratégia característica para a pecuária de corte e de leite envolve o debate tanto com técnicos ligados ao Mapa e vinculadas quanto com entidades ligadas ao setor. Este ano, o Ministério da Agricultura pretende focar em ações específicas para a pecuária brasileira. Uma das propostas em estudo é o direcionamento de recursos para linhas de crédito diferenciadas.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Agrossilvipastoril, do Mato Grosso) será uma importante parceira no processo de elaboração da política agropecuária para 2013/14, de acordo com o secretário. “Organizaremos a cadeia produtiva por meio da Embrapa, e o Plano Safra dará o suporte em termos de custeio e de investimento do que precisa ser feito”, destacou.

As políticas voltadas para a produção de grãos também deverão ser aperfeiçoadas, este ano. Além do debate com a iniciativa privada, o novo Plano Agrícola e Pecuário contará com a colaboração dos técnicos envolvidos com o Projeto de Regionalização do Mapa, que discute as prioridades no direcionamento de recursos a partir das realidades produtivas locais.

“Alinharemos as estratégias do Plano para que os recursos cheguem cada vez mais na ponta e vamos trabalhar para fazer uma política de governo ainda mais voltada para a produção”, afirmou Geller.

Fonte: Governo Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *