Ceasa e Seapa garantem mais de 70 mil caixas plásticas a produtores

A novidade visa facilitar a adesão de pequenos produtores ao processo de modernização das embalagens

A CeasaMinas e a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) assinam nesta dia quinta-feira (10), a partir das 19 horas, no entreposto de Contagem, convênios com associações rurais e uma cooperativa de agricultores para garantir a utilização total de 73 mil caixas plásticas higienizáveis. A novidade visa facilitar a adesão de pequenos produtores ao processo de modernização das embalagens para frutas e hortaliças na CeasaMinas, em atendimento às normas de qualidade.

As assinaturas serão realizadas durante a cerimônia de posse da nova diretoria da Associação dos Produtores de Hortigranjeiros das Ceasas de Minas Gerais (Apchemg), no MLP de Contagem.

Um dos convênios será firmado com seis associações rurais ligadas ao projeto Barracão do Produtor para a doação de 23 mil caixas plásticas higienizáveis. Os recursos da ordem de R$ 250 mil para compra das caixas provêm de um fundo de reserva referente ao saldo financeiro excedente dos Mercados Livres do Produtor (MLP) administrados pela CeasaMinas, sob delegação da Seapa.

As caixas plásticas foram distribuídas às unidades do projeto Barracão do Produtor em Nova União, Jaboticatubas/Baldim, Jaboticatubas (comunidade rural de Bamburral), São José da Varginha, e Onça do Pitangui (comunidades de Caldas e Jaguara).

Coophemg

Além do convênio com as associações dos Barracões do Produtor, a CeasaMinas e Seapa também vão assinar um termo de cooperação técnica com a Cooperativa dos Produtores de Hortifrutigranjeiros de Minas Gerais (Coophemg), para garantir a cessão de 50 mil caixas plásticas higienizáveis. As caixas também foram adquiridas a partir de recursos originados do fundo de reserva da gestão dos MLPs.

Com o melhor acesso às embalagens plásticas, os agricultores poderão acondicionar melhor os produtos, reduzir perdas e o risco de propagação de doenças vegetais para as lavouras. Isso porque as embalagens plásticas podem ser higienizadas a cada uso, diferentemente das caixas de madeira e de papelão.

De acordo com a Instrução Normativa 009/2002, as embalagens para acondicionamento, manuseio e comercialização dos produtos hortícolas podem ser descartáveis ou reutilizáveis (retornáveis). As retornáveis, a exemplo das caixas plásticas, devem ser higienizadas. Já as caixas de madeira e de papelão, por não serem higienizáveis, devem ser descartadas após primeiro uso.

Em 2011, a CeasaMinas intensificou o controle sobre a entrada de embalagens no entreposto de Contagem, sobretudo após a inauguração do Banco de Caixas, que é responsável por alugar, receber, higienizar, estocar e entregar embalagens plásticas padronizadas dentro das normas.

Atualmente, a CeasaMinas controla a entrada de embalagens para tomate, banana e abacaxi, que já possuem modelos aprovados. A partir de fevereiro deste ano, o controle será feito para manga e mamão

Barracão de Brumadinho

A CeasaMinas ainda vai assinar a ordem de serviço para elaboração do projeto executivo de construção do Barracão do Produtor de Brumadinho, em parceria com a prefeitura do município, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O município foi responsável por ofertar no ano passado cerca de 11,5 milhões de quilos de produtos no atacado do entreposto de Contagem.

Pousada do Produtor

Outra melhoria para os agricultores será a reforma física e aquisição de equipamento para a Pousada do Produtor do entreposto de Contagem, cujo termo de autorização será assinado pela Diretoria da CeasaMinas. A central de abastecimento vai aplicar cerca de R$ 145 mil nas intervenções, visando melhorar o conforto dos usuários que repousam no espaço antes da abertura, a partir das 5h30, do comércio aos compradores.

Convênio

O atual convênio assinado em meados do ano passado entre a  CeasaMinas e Seapa delegou a gestão administrativa, financeira e operacional dos Mercados Livres do Produtor (MLPs), do pavilhão 4 do entreposto de Contagem, e de outras áreas pertencentes ao Estado à central de abastecimento.

Os seis MLP’s estão localizados nas unidades da CeasaMinas em Contagem, Uberlândia, Juiz de Fora, Governador Valadares, Caratinga e Barbacena.

O acordo determina que a CeasaMinas e a Seapa desenvolvam e implementem fluxo de informações de mercado referentes à comercialização do setor agropecuário. Além disso, devem elaborar, em conjunto, o modelo de gestão das portarias dos entrepostos, buscando melhorar o controle das estatísticas de produção e comercialização, a fim de orientar a Política Estadual de Segurança Alimentar.

Fonte: CeasaMinas 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *