Produtor de café contará com R$ 600 milhões para estocagem

 

A liberação do recurso ainda depende da aprovação do Conselho Monetário Nacional (CMN)

Os produtores de café terão à disposição, por meio do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), mais de R$ 600 milhões para financiamento da estocagem do produto. O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, já havia anunciado a decisão no último encontro do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC), órgão que reúne Governo e iniciativa privada para debater as demandas do setor. A liberação do recurso ainda depende da aprovação do Conselho Monetário Nacional (CMN), que estará reunido no dia 30 de agosto.

De acordo com o diretor do Departamento do Café do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) Edilson Martins Alcântara, até meados de agosto, o Mapa já permitiu a estocagem de quatro milhões de sacas das quais dois milhões de sacas são de recursos do Funcafé, um milhão com recursos do Banco do Brasil e o restante dos demais agentes financeiros. “Esses números são excelentes. Comprovam a eficiência da estratégia adotada pelo Mapa que superam as expectativas do setor. Além disso, nos mostra que, provavelmente, até o final do ano, podemos atingir os 12 milhões de sacas estocadas, o que representa mais de 20% da safra brasileira”, destacou.

Segundo dados do último levantamento da safra de café, realizados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), os números atingiram os 50,45 milhões de sacas. Um novo levantamento deverá ser apresentado no dia 6 de setembro deste ano.

Fonte: Governo Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *