Hospital perde órgão de paciente durante exames

Com o sumiço, não foi possível realizar a biópsia

Com o sumiço, não foi possível realizar a biópsia

Desde o ano passado uma mulher, que não quer ser identificada, sofria de hemorragia no útero provocada por um mioma, e no começo do ano, ela foi submetida a uma cirurgia no Hospital Metropolitano, na zona oeste de São Paulo.

Durante o procedimento, todo o útero da paciente foi retirado para análise, e dois meses depois ainda não havia resultado, devido ao desaparecimento do órgão.

Com o sumiço, não é possível realizar a biópsia, um exame fundamental para revelar o estado de saúde da paciente, que tem suspeita de câncer.

O delegado que cuida do caso pretende ouvir testemunhas, tanto do corpo clínico, quanto do laboratório para onde o órgão seria enviado para a realização dos exames. Mas segundo o laboratório, nada foi recebido por eles.

Em nota, o Hospital Metropolitano afirmou ter um protocolo onde prova que dois dias após a cirurgia, o órgão teria sido retirado por um motoboy do laboratório.

Fonte: sbt.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *