Brasil espera colher safra recorde de café

 

A produção de café para a safra 2012 aponta um crescimento de 16%

A produção de café para a safra 2012 aponta um crescimento de 16% quando comparado à temporada anterior que foi de 43,48 milhões de sacas. Os números da segunda pesquisa da safra do café realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foram apresentados nesta quinta-feira (10), em Brasília.

“A expectativa de colher 50,45 milhões de sacas de café beneficiados é histórica e supera a safra 2002 de 48,48 milhões de sacas”, afirmou o secretário substituto de Produção e Agroenergia, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Manoel Júnior. Ele acrescenta que apesar da estiagem ocorrida na Zona da Mata (MG) e Rondônia, e a queda na área plantada do Paraná, a reação nos preços do produto tem estimulado os cafeicultores a promover uma melhora tecnológica na lavoura.

Alta bienalidade e o manejo agrícola têm possibilitado a obtenção de elevada produtividade e um produto de boa qualidade. Entre as práticas agrícolas adotadas pelos agricultores está o emprego de cultivares melhoradas, controle de pragas e doenças, calagem, adubação, irrigação, desbrota e a poda.

De acordo com o diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, Silvio Porto, a produção mantém um crescimento constante, demonstrando que a maior utilização da mecanização, aliada às inovações tecnológicas, às exigências do mercado à qualidade do produto e a boa gestão da atividade são fatores extremamente importantes e necessários para o avanço e modernização da cafeicultura. “Em agosto, os técnicos da Conab voltarão a campo para nova pesquisa e teremos maior segurança no comportamento da produção, já que 96% da safra estarão colhidas”, afirmou.

Silvio Porto diz que a desaceleração dos preços do grão no mercado internacional está sendo provocada pela crise na União Europeia, que diminui o consumo da bebida, e também pela projeção do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, em inglês) da safra brasileira em 55 milhões de sacas.      

Fonte: Governo Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *