Presidente da Apfut vai acelerar acordos entre clubes e União

Luiz André de Figueiredo Mello tomou posse, nessa terça-feira, 27, como presidente da Autoridade Pública de Governança do Futebol

Luiz André de Figueiredo Mello tomou posse, nessa terça-feira, 27, como presidente da Autoridade Pública de Governança do Futebol

Nessa terça-feira, 27, Luiz André de Figueiredo Mello foi empossado presidente da Autoridade Pública de Governança do Futebol (Apfut).

A entidade foi criada com o objetivo de fiscalizar e aplicar sanções aos clubes que aderiram ao Profut, o programa que, mediante contrapartidas, refinancia as dívidas das entidades de prática do desporto junto à União. Mello quer dar celeridade às ações previstas no programa.

Luiz André de Figueiredo falou sobre a importância da lei do Profut para os clubes. “A lei tem um ponto educacional, além mesmo do fato do refinanciamento. Ele não é um simples perdão de dívida. Ele é um dos poucos, caso não seja o único programa que a gente tem que será possível analisar a gestão dos clubes. Os clubes que aderirem vão vivenciar um momento muito bom. Temos clubes que vem se destacando. Será mais uma ferramenta para que os clubes resolvam seus problemas, sejam eles financeiros ou de competição”.

MP

Em 5 de agosto de 2015, o governo federal sancionou a MP 671, a MP do Futebol, conhecida como Profut. O documento, que agora passa a ser lei, trata do refinanciamento das dívidas dos clubes de futebol com a União – estimadas em cerca de R$ 4 bilhões – em troca de novas regras de gestão, incluindo o chamado “fair play” financeiro, que prevê o rebaixamento de inadimplentes. Os clubes interessados em parcelar seus débitos com maior prazo devem aderir ao Programa de Modernização do Futebol Brasileiro (Profut).

Portal Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *