Após relato falso de assalto, Speedo corta patrocínio do nadador Ryan

( Divulgação internet)

( Divulgação internet)

A empresa Speedo, dos Estados Unidos, informou hoje (22) que decidiu encerrar o patrocínio ao nadador Ryan Lochte, depois que este admitiu ter mentido para a polícia do Rio de Janeiro ao fazer um relato de que teria sido vítima de um assalto a mão armada na cidade. A Speedo Estados Unidos acrescentou que uma parte do dinheiro que seria destinado ao nadador – cerca de US$ 50 mil – será repassado para ajudar crianças pobres brasileiras, por meio da ONG Save the Children.

E outra empresa, a Ralph Lauren, que também patrocinou Lochte durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, informou hoje à rede de televisão norte-americana ABC News que não vai renovar o contrato com o nadador.

Após relato falso de assalto, Speedo corta patrocínio do nadador Ryan Lochte 1

( Divulgação internet)

“A Speedo Estados Unidos anuncia hoje a decisão de pôr fim ao patrocínio de Ryan Lochte. Como parte dessa decisão, Speedo Estados Unidos vai doar uma parte US$ 50 mil da parte referente a Ryan Lochte para a Save the Children, um parceiro de caridade mundial da empresa-mãe da Speedo Estados Unidos, para crianças no Brasil “, disse a empresa em comunicado.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *