Culturas paranaense e gaúcha homenageiam a passagem da Tocha Olímpica

Atletas da Escola de Talento de Francisco Beltrão, no Paraná, vão homenagear a passagem da Tocha

Atletas da Escola de Talento de Francisco Beltrão, no Paraná, vão homenagear a passagem da Tocha

Dança, teatro e música fazem parte das atividades programadas para saudar a passagem da Chama Olímpica pelo Paraná e Rio Grande do Sul
Um grupo de meninas com idade entre 4 e 11 anos ensaiam há alguns meses para as apresentações artísticas que marcam a passagem da Tocha Olímpica em Francisco Beltrão (PR), nesse sábado (2). Essas meninas integram a Escola de Talento do município, criada para promover a inclusão social por meio de atividades culturais.

Ao todo, são 30 garotas, orientadas pela professora Nadiele Bottega, que abriram mão de um período do seu dia para ensaiar as coreografias. “É a nossa maneira de contribuir e dar as boas-vindas às Olimpíadas no Brasil. De mostrar o nosso trabalho e importância de fazer a inclusão por meio da arte, do esporte”, destacou a professora.

Além de Francisco Beltrão, a chama percorrerá outras quatro cidades paranaenses, entre as quais Céu Azul, Santa Tereza do Oeste, Realeza e Pato Branco. As atividades culturais são a forma encontrada por cada município para as populações locais terem um olhar mais atento às culturas regionais.

Assim como em Francisco Beltrão, as demais cidades têm programações diversificadas, passando pela dança, teatro e música. É o caso das cidades catarinenses de São Lourenço do Oeste , Chapecó e Concórdia e das gaúchas Erechim e Passo Fundo que receberão a chama no domingo(3).

Cultura gaúcha

Os primeiros 200 metros da tocha em solo gaúcho, no município de Erechim, serão percorridos por Gilmar Rinaldi, ex-goleiro e coordenador de seleções da CBF. Ele passará por um corredor formado por dezenas de cavalarianos, personagens típicos da cultura rio-grandense.

Outro município que receberá a chama olímpica, no domingo, é Passo Fundo (RS). A cidade ganhou título de Capital Nacional da Literatura por meio da Lei 11.264, sancionada em 2006. O mérito foi concedido em função de Passo Fundo promover diversas atividades voltadas para a área, como um dos maiores debates literários da América Latina, a Jornada Nacional de Literatura.

“Nós nos sentimos muito orgulhosos em receber a Tocha Olímpica com toda a nossa cultura e hospitalidade”, afirma a coordenadora da sétima região tradicionalista do Rio Grande do Sul, Gilda Galeazzi. O símbolo olímpico passará por 28 cidades gaúchas se despedindo em Torres, dia 9 de julho.

Conheça as cidades por onde a Tocha Olímpica passará este final de semana:

Sábado (02/07)

Céu Azul (PR)
Santa Tereza do Oeste (PR)
Realeza (PR)
Pato Branco (PR)
Francisco Beltrão (PR)

Domingo (03/07)

São Lourenço do Oeste (SC)
Chapecó(SC)
Concórdia (SC)
Erechim (RS)
Passo Fundo (RS)

Ministério da Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *