Galo tenta superar desfalques para bater o Grêmio

Foo: Bruno Cantini/Atlético-MG

Foo: Bruno Cantini/Atlético-MG

Oito anos depois de deixar o Atlético para seguir a carreira como treinador em outras equipes brasileiras, Marcelo Oliveira reencontrará o torcedor alvinegro em Belo Horizonte. Nesta quinta-feira, às 21h, diante do Grêmio, no Independência, o técnico comandará uma equipe recheada de desfalques e com a responsabilidade de voltar ao caminho das vitórias depois do empate por 1 a 1 contra o xará paranaense, na última quarta, na Arena da Baixada, pelo Campeonato Brasileiro.

Na primeira entrevista coletiva aos jornalistas que participam da cobertura diária do Atlético, em Belo Horizonte, Marcelo comemorou a nova chance na Cidade do Galo e projetou o reencontro com os atleticanos. “Temos compromisso importante e difícil. Já até exaltei importância da presença da torcida. Atlético está desfalcado. Será fundamental a presença da torcida”, disse.

“Tenho certeza de que poderemos fazer um grande jogo. Estou muito satisfeito de retornar. Já passei por aqui, e vejo potencial grande para as duas competições nacionais. Vamos com tudo. Estamos com foco muito forte no Brasileiro, que é muito complicado, mas, com toda a combinação de coisas boas, é possível chegar, desde que façamos o que tem de ser feito”, completou o comandante nessa terça-feira.

Marcelo tem nada menos do que 10 desfalques para o jogo diante do Grêmio. As últimas ausências confirmadas foram dos meias Dátolo e Carlos Eduardo, com lesões musculares. Além deles, estão fora pelo mesmo motivo o zagueiro Leonardo Silva, o atacante Lucas Pratto e o lateral-esquerdo Mansur. O atacante Robinho se recuperou, mas a retirada de um dente siso, no último sábado, ainda o impede de retornar ao time. Já o meia-atacante Luan segue em recuperação de cirurgia no joelho direito. Erazo e Cazares estão com a Seleção do Equador e Douglas Santos serve a Seleção Brasileira na Copa América.

Por outro lado, o Atlético volta a contar com duas peças importantes no meio. Os volantes Junior Urso e Leandro Donizete estarão à disposição do técnico Marcelo Oliveira. O primeiro se recuperou de dores e deverá retonar ao time titular. Liberado de suspensão, Donizete também poderá voltar a ganhar uma oportunidade entre os onze iniciais.

Rival

Pressionado para voltar de vez ao caminho dos resultados positivos, o técnico Roger Machado tem dois problemas para escalar o Grêmio, no Independência. Ambos no setor de ataque. Sem Miller Bolaños, convocado para a Seleção Equatoriana e Bobô, com uma contratura lombar, o comandante escalará Henrique Almeida como centroavante. A única dúvida é sobre quem substituirá o estrangeiro: Douglas ou Everton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *