Brasil e Argentina jogam hoje no Sul-americano de basquete

Brasil x Argentina disputam sul-americano de basqueteAs seleções de Brasil, primeira colocada do grupo A, e Argentina, segunda no B, se enfrentarão nesta quarta-feira, às 17h45 (de Brasília), pela fase semifinal do 35º Campeonato Sul-Americano da Venezuela, disputado no Domo Bolivariano, na cidade de Barquisimeto. A outra semifinal, às 20h, colocará frente a frente Venezuela (1º B) e Colômbia (2º A). Os ganhadores decidem o título na quinta-feira, às 20h, enquanto os perdedores disputam o terceiro lugar, às 17h45.

A seleção brasileira encerrou sua participação na fase de grupos de forma invicta após vencer o Paraguai por 128 a 35, nesta terça-feira. A cestinha da partida foi Patrícia Ribeiro, com 19 pontos, um rebote, duas assistências e duas recuperações de bola. O Brasil teve também como destaque Palmira Marçal (17 pontos, quatro rebotes, sete assistências e cinco recuperações de bola), Nádia Colhado (17 pontos, nove rebotes e duas assistências) e Kelly Santos Muller, que marcou um Duplo-Duplo de 17 pontos e 11 rebotes, além de duas assistências e três recuperações de bola.

“Hoje foi uma partida importante para garantirmos o primeiro lugar e mais uma vez todas as jogadoras puderam entrar e dar o seu melhor. Conseguimos fazer um bom jogo que teve um placar alto e isso aumenta nossa confiança para a semifinal. Contra a Argentina precisamos entrar focadas e concentradas os 40 minutos para conquistar a vitória e a vaga na final. Vamos encarar um rival forte que mesmo tendo perdido para a Venezuela merece todo cuidado. Por isso, temos que fazer uma defesa forte e impor nosso ritmo de jogo desde o início”, disse a ala Patrícia Ribeiro, a Patty.

Brasil e Argentina já se enfrentaram 38 vezes na história do Campeonato Sul-americano, com 36 vitórias do Brasil e apenas duas da Argentina. Na final do Sul-Americano do Equador, em 2014, vitória brazuca por 59 a 47, resultado que garantiu o 25º título continental e o 15º seguido invicto.

“Agora, na semifinal, começa uma outra competição. Vamos enfrentar a Argentina, que vem numa situação desconfortável após a derrota inédita para a Venezuela. Eu já tinha alertado sobre o crescimento da Venezuela que vinha de excursão na Ásia e na Espanha. Então vamos ter mais um jogo difícil e cercado de rivalidade, já que a Argentina vem com o moral alto pelas duas vitórias contra nós no ano passado. Eu acredito que se jogarmos bem temos tudo para ganhar mesmo com pouco tempo de treinamento, mas com méritos para as jogadoras que assimilaram a nossa proposta de jogo”, disse o técnico da seleção brasileira, Antonio Carlos Barbosa.

O Campeonato Sul-Americano da Venezuela classificou os quatro primeiros colocados (Brasil, Venezuela, Argentina e Colômbia) para a Copa América/Pré-Mundial de 2017, que irá garantir três países no Campeonato Mundial da FIBA de 2018.

Comitê Olímpico Brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *