Galo confia na Massa para manter sonho do bi na Libertadores

Galo confia na Massa para manter sonhosorte está lançada. Na noite desta quarta-feira, Atlético e Racing finalizam a disputa por uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores. A partir das 21h45, no Independência, os olhares estarão voltados para o gramado do Horto. A partida promete muita intensidade e luta por cada bola na busca pela classificação.

A torcida já fez a parte dela. Os ingressos para as arquibancadas do Independência estão esgotados, restando apenas os camarotes. A tradicional rua de fogo, ou “Inferno Alvinegro”, já está programada e pronta para ser uma das mais marcantes. O mosaico, que será exibido na entrada do Galo em campo, também promete impressionar. Tudo isso para dar força ao time em seu caldeirão.

Superar a primeira eliminatória da Libertadores 2016 é um obstáculo para o Atlético. Depois do título em 2013, o Galo ficou pelo caminho duas vezes nas oitavas de final, contra Atlético Nacional, da Colômbia, e Internacional. O objetivo é buscar a classificação com muita intensidade, mas com muito cuidado.

“Temos que ser cuidadosos e tentar buscar o gol mais cedo para não ficarmos ansiosos. Conseguimos isso em momentos importantes na Libertadores, mas temos de atacar e defender com atenção para não sofrer contra-ataque. Gol fora de casa pode complicar e é preciso mais atenção”, disse o lateral Marcos Rocha.

Essa é uma das grandes preocupações do Atlético. Depois do empate sem gols em Avellaneda, o Alvinegro precisa da vitória para se classificar. A repetição do resultado leva a decisão da vaga para os pênaltis. Qualquer empate com gols classifica os argentinos. Por isso, a meta é jogar sem se desesperar.

“Não vamos poder nos atirar para a frente, no desespero, a torcida fará sua parte, nem precisamos pedir isso. Nós temos que mostrar que estamos focados, estamos confiantes e disputaremos a partida. Vai ser um grande jogo”, completou Rocha.

Contratado para ser o ponto de desequilíbrio, o jogador que decide no Atlético, Robinho ainda não conseguiu fazer uma grande exibição na Libertadores. Na partida de ida contra o Racing, ele foi um dos destaques, e espera viver uma grande noite para ajudar o Galo a se classificar. “Estádio lotado e torcida nos apoiando. Não tem jogo fácil na Libertadores. Espero que seja a noite do Galo e do Robinho”.

Racing

A grande novidade do Racing, que se concentrou na Toca da Raposa II para a partida contra o Atlético, é a volta do artilheiro Gustavo Bou, que desfalcou a equipe na primeira partida das oitavas de final. O atacante, artilheiro da última Libertadores, já marcou duas vezes na atual edição da competição. Ele deve começar a partida como opção no banco de reservas.

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *