América e Atlético iniciam a disputa pela taça do Mineiro 2016

América-MG e Atlético-MGForam 70 jogos disputados, entre fase de classificação e semifinais, que apontaram, entre 12 candidatos, os dois melhores times do Campeonato Mineiro. Agora é a hora de conhecer o campeão de 2016. América e Atlético superaram todos os obstáculos e chegam à decisão. O primeiro duelo é neste domingo, no Independência, a partir das 16h. A finalíssima será no domingo seguinte, no Mineirão, também às 16h.

Por ter feito melhor campanha na primeira fase, o Galo tem a vantagem de jogar por dois empates ou vitória e derrota pelo mesmo saldo de gols para erguer a taça do Estadual.

O Alvinegro terminou a fase de classificação em segundo lugar, com 20 pontos (seis vitórias, dois empates e três derrotas). Na semifinal, eliminou a URT (0 a 0 em Patos de Minas e 2 a 0 em BeloHorizonte).

Já o América encerrou a fase classificatória com a quarta colocação, somando 18 pontos (cinco vitórias, três empates e três derrotas). Para conquistar a vaga na final, o Coelho despachou o Cruzeiro, então dono da melhor campanha, vencendo o jogo de ida por 2 a 0 no Independência e empatando a volta por 0 a 0 no Mineirão.

Essa será a décima decisão consecutiva de Campeonato Mineiro do Atlético. Maior campeão da história do torneio, o time busca o 44º troféu. Já o América tenta recuperar o posto de campeão de Minas que não ocupa desde 2001, quando venceu justamente o rival deste domingo.

O Galo divide as atenções com a Copa Libertadores – competição prioritária, na qual o clube empatou sem gols com o Racing, quarta-feira passada, na primeira partida das oitavas de final. Mas não abre mão do sucesso no Estadual. “A expectativa é muito grande. É um jogo importante para nós. Falamos desde o primeiro dia que um dos objetivos era tentar ser campeão mineiro. Para isso, temos de passar por um time muito forte, que merece estar onde está. Neste domingo, não se decide nada, mas é importante encaminhar para tentar ser campeão. É final de 180 minutos”, destaca o técnico Diego Aguirre.

O América também trabalha em duas frentes. Na quinta-feira, o Coelho avançou à segunda fase da Copa do Brasil ao vencer o Red Bull Brasil. “Agora é trocar o chip e vamos para a batalha diante do Atlético no Independência. Se Deus quiser, vamos conseguir mais uma grande vitória. Vamos com força total, em busca desse tão sonhado título, para a gente entrar na história do América cada vez mais. Sabemos que clássico sempre é complicado. O América vai igualar as forças com o Atlético. Vamos em busca do título”, diz o zagueiro Alison.

Times

O Atlético sofreu duas baixas para iniciar a decisão contra o América. O volante Júnior Urso, com dores musculares, será poupado. O meia Dátolo foi vetado depois de sofrer estiramento na coxa esquerda. Por outro lado, Diego Aguirre ganha duas opções: o polivalente Patric e o goleiro Giovanni estão recuperados de lesão e foram relacionados.

No América, o desfalque é o meia Tony, que sentiu uma contusão na coxa direita. A lesão do meio-campista preocupa o técnico Givanildo Oliveira. Tony participou de todas as 18 partidas do Coelho na temporada. Já o armador Rafael Bastos e o atacante Bruno Sávio estão liberados do departamento médico e à disposição do treinador.

AMÉRICA X ATLÉTICO


América
João Ricardo, Pablo, Sueliton, Alison e Bryan, Claudinei, Ernandes, Rafael Bastos e Tiago Luís; Osman e Victor Rangel. Técnico: Givanildo Oliveira

Atlético
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca, Cazares e Clayton; Robinho e Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre

Motivo: jogo de ida da final do Campeonato Mineiro
Estádio: Independência
Data e hora: domingo, 1º de maio, às 16h

Árbitro: Dewson Freitas (Fifa-PA)
Assistentes: Eduardo Cruz (Fifa-MS) e Rodrigo Correa (Fifa-RJ)

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *