Por segurança, amistoso entre Bélgica e Espanha é cancelado

belgica-x-espanhaO amistoso entre Bélgica e Espanha, que seria realizado nesta terça-feira (17) em Bruxelas, foi cancelado por motivos de segurança.

Segundo nota divulgada pela Federação na noite desta segunda-feira (16), o governo informou que não haveria condições para realizar a partida após a revelação de que a série de atentados em Paris foi planejada na capital belga.

“No final desta noite, a entidade foi contatada pelo governo, que fez a recomendação de não organizar a partida. Isso é uma decorrência do alto nível do alerta contra o terrorismo e a atual fuga de uma pessoa suspeita. Lamentamos profundamente que um jogo amistoso seja cancelado tão tarde e entendemos a decepção dos torcedores”, afirmou o órgão em comunicado.

– Inglaterra x França: Com o maior esquema de segurança já visto para uma partida de futebol em Londres, os jogadores de Inglaterra e França irão entrar em campo para disputar um amistoso nesta terça-feira.

Apesar de rumores de que os franceses preferiam o adiamento da partida, o jogo foi confirmado.

Como forma de homenagear as quase 130 vítimas da série de ataques da última sexta-feira (13) em Paris, todos os atletas irão cantar “A Marselhesa”, o hino francês. Para incentivar os torcedores a participar da ação, o jornal “Daily Mail” publicou o hino tanto na sua língua original como em inglês e sugeriu que eles recortassem a página para levá-la ao estádio.

– Alemanha x Holanda e Itália x Romênia Os outros dois jogos mais importantes desta terça também contarão com um esquema de segurança especial.

De acordo com a mídia alemã, o hotel dos atletas foi “blindado” e somente pessoas ligadas às seleções têm acesso permitido.

Imprensa e fãs precisam ficar do lado de fora, a dezenas de metros. Para a partida, as barreiras de verificação em Hannover começarão a cerca de 200 metros do estádio Já na Itália, as medidas preventivas também foram aumentadas e o técnico Antonio Conte revelou que “o medo existe”.

“Nós vimos com grande sofrimento os fatos em Paris e ficamos imóveis com o que ocorreu. São fatos que geram temor, medo, mas estou convicto que precisamos combater esses atos inexplicáveis andando adiante e não sendo intimidados por nada e por ninguém”, destacou.

Agência Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *