Ministério do Esporte reforça investimento no rúgbi para 2016

Ministério do Esporte reforça investimento nas seleções brasileiras de rúgbi para 2016O convênio celebrado entre o Ministério do Esporte e a Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) que contempla a preparação das seleções masculina e feminina da modalidade teve a vigência prorrogada e a suplementação de recursos definida com a publicação de termo aditivo no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (01).

Com acréscimo de R$ 3.710.200,88 e nova vigência até 30 de setembro de 2016, o convênio tem por objetivo permitir que os atletas das seleções brasileiras de rúgbi, que já têm vaga garantida nos Jogos Rio 2016, se preparem adequadamente para o torneio. Os investimentos já permitiram a contratação de técnicos, formação de equipe multidisciplinar e custeio de viagens e treinamentos no exterior.

Desde 2011, o Ministério do Esporte celebrou dois convênios com a CBRu. O primeiro, no valor de R$ 1 milhão, abrangeu a preparação da seleção masculina. O segundo, de 2012, incluiu a seleção feminina. Com a suplementação publicada nesta quinta, os dois convênios somam R$ 13,1 milhões em investimentos.

A modalidade alcançou recentemente resultados expressivos. A seleção feminina conquistou a inédita medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho. A seleção masculina, por sua vez, conseguiu superar adversários tradicionais, como Chile e Uruguai, posicionando-se na América do Sul como segunda potência da modalidade, atrás da Argentina.

Bolsa-Atleta

Além dos investimentos em convênios, o Ministério do Esporte contempla 178 atletas do rúgbi por meio do programa Bolsa-Atleta, o que representa investimento anual de R$ 2 milhões. Entre 2010 e 2014 foram captados R$ 8.418.799,46 por meio de 15 projetos via Lei de Incentivo ao Esporte. Em 2014, foram repassados R$ 1,5 milhão via Lei Agnelo/Piva.

Fonte: Ministério do Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *