Seleção Individual de Ginástica faz boa apresentação no Mundial de Stuttgart

NATALIA GAUDIO, BRA, FIG RG World ChampionshipsA Seleção Individual de Ginástica Rítmica entrou no tablado principal da Porsche Arena, em Stuttgart, na Alemanha, e se apresentou pelo segundo dia de classificatórias do Mundial da modalidade. Nesta terça-feira (8), foi a vez de Angélica Kvieczynski e Natália Gáudio fazerem as coreografias com a bola, ambas bastante clássicas. A competição segue amanhã (9), a partir das 5h (horário de Brasília), e terá novamente as duas em quadra.

Angélica, que escolheu ‘A Pele que Habito’, de Alberto Iglesias, para a rotina de bola, conquistou a nota de 15,200 (7,500 de dificuldade e 7,700 de execução). Com o resultado, a paranaense ficou na 50ª colocação.

“Eu acredito que esses dois primeiros dias – ontem no arco e hoje na bola – estão sendo para tirar o nervosismo. A competição está muito forte, em um bom nível e estou satisfeita que, mesmo com algumas falhas, as minhas notas estão maiores do que no Pan de Toronto. Isso quer dizer que melhorei. Agora quero me concentrar para amanhã e fazer uma competição muito boa”, contou Angélica, que nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, obteve 15,358 na final do arco e na 14,633 na da bola.

Já Natália, ao som de ‘Bandolins’, de Oswaldo Montenegro, somou 15,058 (7,025 de dificuldade e 8,033 de execução) e ocupou a 52ª posição. A capixaba, mais uma vez, saiu de quadra feliz com o desempenho, principalmente, por ter cumprido bem a série e por tudo ter dado certo.

“Hoje eu estava um pouquinho mais nervosa do que ontem, mas é normal, porque a bola é o meu aparelho mais complicado. Estou muito feliz, porque consegui cumprir de forma perfeita o começo e o fim da série, que são as partes mais difíceis. Isso foi uma superação”, destacou.

Para os próximos dois dias, as expectativas são ainda melhores, já que maças e fita são os principais aparelhos da brasileira. “São os que mais gosto de fazer. Já estreei bem no arco, já passou o mais difícil, que é a bola, então agora é respirar e focar em amanhã”, encerrou.

Ontem, as brasileiras apresentaram as séries de arco. Natália, com 15,500 pontos (7,400 de dificuldade e de 8,100 execução) foi a 52ª. Angélica fez 15,333 (7,500 de dificuldade e 7,833 execução) e ficou em 56º. As finais dos dois aparelhos, com as oito primeiras colocadas em cada um, será ainda nesta terça-feira (8), das 15h às 16h.

Durante as classificatórias do individual, as 143 ginastas, de 57 países, estão divididas em quatro grupos e fazem um aparelho por dia. As brasileiras estão no grupo B, que amanhã compete das 10h às 11h35.

Fonte: CBG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *