Luta feminina do UFC 190 é tão aguardada quanto outros embates

Luta feminina do UFC 190 é tão aguardada quanto outros embatesA sétima edição do UFC, o de número 190, no Rio de Janeiro, chega com a promessa de grandes lutas. Talvez este seja o evento da entidade que terá uma luta feminina com expectativa de público e mídia maior do que o embate entre os homens.

A campeã e detentora do cinturão Ronda enfrenta a brasileira Bethe Correia, que tem usado as provocações para tentar desestabilizar a grande favorita na maior rivalidade do MMA feminino da atualidade. Ambas entrarão no octógono defendendo a invencibilidade. A presença no Rio de Janeiro traz boas lembranças para Ronda, que foi campeã pan-americana de judô, em 2007.

Bethe busca fazer assim como alguns representantes do país e colocar o Brasil no lugar mais alto de sua categoria, algo que ainda falta quando o assunto é uma mulher no octógono. Apesar de lutar em casa, Bethe pôde sentir a empatia que o povo brasileiro tem pela norte-americana durante o treino-aberto realizado nos últimos dias na Cidade Maravilhosa. “Estou agradavelmente surpreendida com a recepção calorosa e o apoio que recebi”, afirmou a estrangeira.

A provocação também apareceu do lado de Ronda, que afirmou ter a intenção de humilhar a brasileira diante de seus conterrâneos para manter sua invencibilidade na categoria. “Espero ser considerada uma das melhores atletas que já existiu. Quero ser completamente dominante na minha carreira e aposentar invicta”, projeta.

O favoritismo é reconhecido pela campeã, que tenta usá-lo a seu favor. “A pressão está toda em mim, tenho muito a perder. Acredito que é por isso que me elevo a cada luta”, aponta.

Entre os homens, na categoria meio-pesado, Mauricio Shogun e Rogério Minotouro farão um duelo de brasileiros, com favoritismo para Shogun. No peso-pesado, a luta de destaque acontecerá entre Stefan Struve e Rodrigo Minotauro, em evento que pode terminar com vitória dupla dos irmãos Nogueira na sétima vez em que eles estarão lutando na mesma noite.

Minotauro fará sua 46ª luta na carreira, a quarta dentro de casa, sendo a terceira no Rio de Janeiro. Ele terá pela frente um holandês de 2,13m, que promete dar trabalho por estar chegando de duas derrotas.

O evento contará, ainda, com a decisão do peso-leve e peso-galo do TUF Brasil .

Fonte: O Tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *