Brasil estreia com vitória por 4 a 2 no Mundial Sub-20

Brasil Sub-20 estreia com vitóriaFoi um duelo daqueles que os torcedores vão se recordar, principalmente o bom número que esteve presente no Estádio Taranaki. Brasil e Nigéria estrearam com um jogão no Mundial Sub-20 da Nova Zelândia nesta segunda-feira (domingo no Brasil). De virada, a Seleção venceu por 4 a 2 com gols de Gabriel Jesus, Judivan (dois) e Boschilia.

O primeiro tempo foi de tirar o fôlego, literalmente. Logo aos quatro minutos, em uma jogada treinada inúmeras vezes, Judivan achou João Pedro entrando na área em velocidade. O lateral-direito levantou a cabeça e deixou Gabriel Jesus na boa para fazer 1 a 0.

Foram seis minutos à frente, apenas. Em uma jogada de categoria do camisa 10 nigeriano, Ihenachio, que deu um passe de letra, Isaac empatou. Depois de boas chances para os dois lados, a Nigéria virou o placar. Após um escanteio, Yahaia fez  2 a 1.

Muito bem na partida e mostrando por que veste a 10 amarelinha, Gabriel Jesus, que já havia feito um gol e uma bela jogada de efeito, em que aplicou dois chapéus em sequência, deu um passe de calcanhar dentro da área e só faltou falar assim: “Judivan, faz e me abraça!”. O camisa 9 não perdoou. Mandou de primeira para as redes.

Veio o intervalo e o técnico Rogério Micale fez sua primeira alteração. Boschilia entrou no lugar de Andreas Pereira. Em 15 minutos, a troca deu resultado. De fora da área, em chute de muita felicidade, o camisa 8 acertou o canto do goleiro nigeriano e correu para comemorar.

A virada deu calma à Seleção Brasileira, que pôs a bola no chão e não se influenciou pela correria nigeriana. Daí em diante, a superioridade técnica do Brasil falou mais alto. Foi assim que chegou ao gol da vitória. Boschilia fez boa jogada pela esquerda e chutou sem ângulo. O goleiro nigeriano falhou, deixou a bola passar debaixo de suas pernas, e Judivan estava lá para conferir.

BRASIL

Jean, João Pedro, Marlon, Lucão e Jorginho; Danilo (c), Alef e Andreas Pereira (Boschilia); Gabriel Jesus, Judivan e Marcos Guilherme (Malcom)

Fonte: CBF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *