Juventus volta à final da Champions após 12 anos

 

Imagem: Buffon comemora classificação da Juventus: 'Não vamos fazer turismo' (foto: EPA)

Imagem: Buffon comemora classificação da Juventus: ‘Não vamos fazer turismo’ (foto: EPA)

Soberana no futebol italiano, a Juventus está de volta a uma final europeia. Após ter vencido em casa por 2 a 1, a Velha Senhora segurou a pressão do Real Madrid no Santiago Bernabéu, arrancou um empate por 1 a 1 e ganhou o direito de decidir a Liga dos Campeões com o Barcelona.

O clube merengue abriu o placar ainda no primeiro tempo em um pênalti inexistente sobre James Rodríguez. O craque Cristiano Ronaldo foi para a cobrança e não deu chances a Gigi Buffon. Durante todo o restante da etapa inicial, a Juve não conseguiu reagir à pressão espanhola e chegou poucas vezes ao ataque, principalmente por causa das atuações discretas de Andrea Pirlo e Paul Pogba.

No entanto, o técnico Massimiliano Allegri, apesar de não ter feito substituições, conseguiu melhorar o time no intervalo e a Velha Senhora voltou mais agressiva para o segundo tempo. E o resultado apareceu logo aos 11 minutos. Arturo Vidal lançou na área, Pogba escorou de cabeça e Álvaro Morata, ex-Real Madrid, finalizou sem chances para Iker Casillas.

Com o empate, a tetracampeã italiana usou o bom e velho catenaccio e segurou o resultado até o fim do jogo. A última vez que a Juventus alcançou uma decisão de Liga dos Campeões foi em 2003, quando perdeu para o Milan.

Na final, marcada para 6 de junho, em Berlim, a Velha Senhora vai encarar o poderoso e badalado Barcelona, do trio Lionel Messi, Neymar e Luis Suárez. E Buffon, em entrevista após a partida, já garantiu que não irá à capital alemã para fazer turismo. “Não se tem muitas oportunidades de jogar finais de Liga dos Campeões. Quando existe a chance, se deve vencê-la”, disse o experiente goleiro juventino, que nunca levantou uma Champions.

Fonte: Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *