Fora dos Jogos de 2020, atletas da vela adaptada e futebol de 7 vão para último ciclo

Imagem: EBC

Imagem: EBC

A notícia veio no final de janeiro deste ano: o Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês) anunciou a exclusão da vela adaptada e do futebol de 7 do programa dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, em 2020. O motivo que é as duas modalidades não não atingiram os critérios mínimos de alcance mundial do IPC, que estabelece que esportes coletivos devem ser regularmente praticados em pelo menos 24 países e em três regiões, e os individuais, em 32 países e três regiões.

Aqui no Brasil, os praticantes da vela adaptada e do futebol de 7 convivem com as incertezas sobre o que virá depois que a chama olímpica se apagar, ao mesmo tempo que intensificam a preparação para deixar uma boa última impressão e subir no pódio nos Jogos de 2016, que podem marcar a despedida do esporte das Paralimpíadas.

Fonte: EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *